Conhecendo seu Cliente através da análise dos 12 Temperamentos Humanos


Conhecendo seu Cliente através da análise dos 12 Temperamentos Humanos


Rosemi Fernandes
Terapeuta Holística CRT 21007

Introdução:

( Empédocles Ver anexo complementares)

em energia. Nossa ira controlada pode ser convertida numa

força capaz de mover o mundo."

Mahatma Gandhi

Entretanto os 12 temperamentos humanos podem influenciar nosso modus vivendi modo de viver) quer seja de ordem energética, mental , física ou emocional. Portanto a partir de agora saberemos como utiliza-lo em nos mesmos , como também na prática de consultório. (

internamente quando deparam-se com problemas, embora sua forma de manifestar a raiva seja evidente ,e na maioria acabam relevando seu lado misericordioso , mas antes disso o processo é longo , por isso sua tendência é terem problemas no fígado.

2.4.1PERFIL :

Por ter uma natureza indecisa e introvertida, desenvolve a desconfiança para tudo e para todos. Tem fortes tendências para o comodismo e conformismo, mas quando " cutucado " monstra seu lado conservador e rígido.

São passivos por natureza, procuram usar a calma e submissão como arma, no entanto são de confiança, pois tem dificuldades de lidar com a ansiedade. Apreciam a leitura ,artes, estudo e pesquisa ,desde que exija , bastante profundidade , alías, a complexidade é o objeto em tudo que faz.

3.1.1EVIDÊNCIA : Qualidade daquilo que é evidente, que é incontestável, que todos vêem ou podem ver e verificar. (Dicionário Michaelis) . Em outras palavras , a primeira regra é não admitir nada como verdadeira se não a reconhecemos como tal, evitar toda "precipitação" e toda "prevenção" (preconceitos) e só ter por verdadeiro o que for claro e distinto.

3.1.2ANÁLISE: Exame ou estudo da natureza de uma coisa complexa ou determinação de suas feições essenciais, por esse método; (Dicionário Michaelis)

Para Edward Bach, assim como as tradicões milenares , corpo-mente-universo são, na verdade, uma só unidade , não havendo sentido , pois , tentar-se a aborda-lós separadamente.

Há de analisar o individuo, ou seja Não-Divisível (in= não; dividuo = divisivel) pelo todo

3.1.3 SÍNTESE: Generalização, agrupamento de fatos particulares em um todo que os abrange e os resume. 3 Resumo Método de demonstração que parte do simples para o composto, das causas para os efeitos, das partes para o todo, e, em matéria de raciocínio, do princípio para as conseqüências.(Dicionário Michaelis)

Tatear o terreno começando pelos objetos mais simples e mais fáceis de conhecer para, aos poucos, ascender, como que por meio de degraus, aos mais complexos.

3.1.4 AGRUPAMENTOS Para Descartes , esta última regra é a fundamental , ou seja os DESMEMBRAMENTOS Ver: Desmembrar: Dividir(-se), separar(-se) de um todo uma ou mais partes (Dicionário Michaelis)

Seguindo a visão Holística podemos alterar o termo Desmembrar por agrupar . Reunir os elementos mais destacados dentro do contexto geral, fazendo as devidas comparações com o temperamento original.

3.2 QUADRO DE TENDÊNCIAS

SANGUINEO

Ar

Libra-Aquário-gêmeos

Hominal

Pulmão

Alegria/Tristeza

Para cumprir corretamente com as quatro etapas da análise, podemos começar utilizando uma quadro de tendências dos quatro elementos, seguindo a observância do YIN/YANG.

Colérico ( Fogo)

Sanguineo (Ar)

YIN

YANG

YIN

YANG

Força de Vontade

Não ouvi

Sociabilidade

Conversa Fútil

Planejamento

Orgulho

Comunicação

superficial

Coragem

Agressividade

Otimismo

Dispersão

Firmeza

Convencimento

Interesse

Falta de atenção

Determinação

Teimosia

Sensibilidade

Esquecimento

Melancólico (Terra)

Fleumático (Água)

YIN

YANG

YIN

YANG

Compreensão

Buscar culpado

Fidelidade

Ritmo lento

Seriedade

Não arrisca

Equilibrio

Falta de reação

Concentração

Negativismo

Organização

Egoísmo

Analista

Achar dificuldades

Confiança

Insegurança

Indução/ Dedução

Nervosismo

Valorização

Monotonia

Temperamento

Regência

Signo

Reino

Físico

Tendência

COLÉRICO

Fogo

Sagitário-Leão-Aries

Animal

Coração

Ira / Apatia

SANGUINEO

Ar

Libra-Aquário-gêmeos

Hominal

Pulmão

Alegria/Tristeza

MELANCÓLICO

Terra

Capricornio-Touro-Virgem

Mineral

Fígado

extroversão/Raiva

FLEUMÁTICO

Água

Cancer- escorpião-peixes

Vegetal

Rins

Medo/Força

4.0 RESULTADOS

"controlar minha ira e torná-la como o calor que é convertido

Vejamos quais emoções e tendências poderemos detectar no Colérico

Vejamos quais emoções e tendências poderemos detectar no Melancólico:

4.2.3 Fundamentos Terapêuticos:

O cliente pode possuir um temperamento MELANCÓLICO ( Terra ) , entretanto em algum momento da sua vida pode ser um Melancólico com falta de Fogo (mãe dominante) ou excesso de Água(dominado).Cabe ao profissional através da análise do quadro de tendências, detectar quais procedimentos terapêuticos serão necessários .

( ver instrumento metodológico)

4.3 Exemplo Sanguineo

Vejamos quais emoções e tendências poderemos detectar no Sanguineo :

4.3.2 RECOMENDAÇÃO : Prática terapêutica aplicada conforme o caso. Como tem forte tendências para flutuar , o sanguineo deve praticar exercicios que a ajudem a " aterrar" ou seja atividades dinamicas ,(dança sagrada, dança do ventre, artes marciais . Para manter-se equilibrado pode praticar meditação ou yoga.

4.3.3 FUNDAMENTOS TERAPÊUTICOS

O cliente pode possuir um temperamento SANGUINEO (Ar- ver metal ) , entretanto em algum momento da sua vida pode ser um sanguineo com falta de terra (mãe dominante) ou excesso de Fogo(dominado).Cabe ao profissional através da análise do quadro de tendências, detectar quais procedimentos terapêuticos serão necessários .

( ver instrumento metodológico) 

 

"o bem e o mal não existem, é o pensamento que os cria".

Shakespeare

 

Enquanto as demais querem amor (ou sexo), mas nem sempre sonham com casamento, o fleumático parece ter errado de século. Sua visão extremamente idealizada dos relacionamentos faz com que ela veja em cada homem um príncipe encantado em potencial. É sensível e emotivo, é adaptável, como o meio líquido, e não gosta de demonstrar sentimentos. De tão apegado à rotina, porém, sente dificuldade em aceitar mudanças e tende à estagnação, até emocionalmente, como acontece com as águas represadas. No Trabalho é confiável e independente, contudo sofre com a falta de reconhecimento.

FLEUMÁTICO

Água

Cancer- escorpião-peixes

Vegetal

Rins

Medo/Força

 

4.4.1 OPOSTOS COMPLEMENTARES ; Medo/Força

 

4.4.3 FUNDAMENTOS TERAPÊUTICOS

O cliente pode possuir um temperamento FLEUMÁTICO (água) , entretanto em algum momento da sua vida pode ser um Fleumático com falta de terra (mãe dominante) ou excesso de Fogo(dominado).Cabe ao profissional através da análise do quadro de tendências, detectar quais procedimentos terapêuticos serão necessários .

( ver instrumento metodológico)

4.5 FALTA E EXCESSOS - TIM

Tabela Instrumento Metodologico

 

 

 

5.0 CONCLUSÃO

 

 

BIBIOGRAFIA

 

VIEIRA Filho, HENRIQUE - Florais de Bach - Uma Visão Mitológica Etimológica e Arquetípica - Editora Pensamento - São Paulo - 1994 .

VIEIRA Filho, HENRIQUE - O Microcosmos Sagrado : o segredo da flor de ouro para saúde e auto-conhecimento - Lumina Editorial - São Paulo - 1998

http://bonsfluidos.abril.com.br - 2004

http://www2.brasil-rotario.com.br/revista/acervo/2003.htm

 

DESCARTES,Rene Discurso do Método -site

e o caráter, do ponto da psicologia corporal. Site

 

ANEXOS COMPLEMENTARES

http://portodoceu.terra.com.br/estudo/elementos-cid.asp

 

Pontos abordados na palestra A NATUREZA DOS 4 ELEMENTOS E OS 5 MOVIMENTOS CHINESES

da mera condição humana. Ademais, nem Hipócrates nem os chineses deixaram de frisar: Os elementos estão também dentro de nós, pois somos nós a natureza, e nosso comportamento pode ser classificado conforme suas qualidades intrínsecas.

Também para os chineses era evidente a relação entre as estações e os elementos, ainda que o problema fosse fazer caber 5 elementos em 4 estações. Bem, a sabedoria oriental logo encontrou uma simples e perfeita solução para o dilema, e ainda associou a cada um dos elementos um órgão e uma víscera, um animal, uma cor, um sabor, uma nota musical, um temperamento etc.., assinalando assim que tudo na natureza encontra-se de certa maneira entrelaçado. Isto é, cada uma das partes do Universo reflete o todo absoluto.

Sejam quatro ou cinco os elementos concebidos, o principal está em sua função, que é a mesma para estas diferentes tradições. Eles resgatam uma verdade que paira acima dos limites entre Ocidente e Oriente, já que não nos deixa esquecer de que o Cosmos, além de íntegro e perfeito, permite-nos a transcendência, a relação com instâncias que se situam além de nossa consciência,

Guardadas as diferenças entre as duas concepções, a grega e a taoísta, o que de semelhante há entre elas é que tanto Ocidente quanto Oriente valem-se dos elementos quando querem representar o todo integrado em que se traduz a natureza. Se os cinco elementos dos chineses permitem a ligação entre o Céu e a Terra (o divino e o humano), os gregos, por sua vez se inspiraram nas quatro estações climáticas como forma de expressar a perfeição divina, já que o conjunto de seus quatro elementos nos confere a sensação de algo completo, cujo transcorrer é cíclico, permitindo-nos a cada ano observar o Cosmos desfilando à nossa volta.

Segundo Paulo Urban Artigo A Natureza dos Elementos Publicado na Revista Planeta nº 335 / agosto 2000

Esses princípios ou elementos, que Empédocles denominou raízes (rizomata) de todas as coisas (fr. 6, v. 1), são eternos, indestrutíveis e sempre idênticos a eles mesmos (fr. 17, 32 sg.). Eles são, portanto, o que sempre foram e permanecerão para sempre o que são. Aristóteles, outro filósofo que também influenciou as teorias da astrologia, os caracteriza como eternamente subsistentes e não engendrados. Todas as coisas e todos os corpos nascem e perecem por causa da união ou da separação deles; e as qualidades de cada objeto se fundamentam na proporção em que cada um dos elementos entra na sua composição. Assim, os elementos não são corpos, mas os princípios substanciais a partir dos quais todos os corpos são formados. É bom não se confundir com o fato deles serem designados com nomes que são ao mesmo tempo o de certos corpos, pois os elementos, pelo que dissemos até agora não podem ser identificados com eles de jeito nenhum. Todos os corpos, quaisquer que sejam, se originam de uma mistura composta de todos desses elementos e se diferenciam uns dos outros pela predominância de um ou outro deles.

A escolha de terra, água, ar e fogo como elementos básicos de toda a matéria não é realmente tão estranha como possa parecer à primeira vista. Obviamente, eles são análogos aos sólidos, líquidos, gases e ao próprio fogo ¾ uma classificação que decorre naturalmente, quando consideramos o mundo material. Também não devemos imaginar que os elementos de Empédocles sejam a água, a terra, o ar e o fogo comuns, que conhecemos tão bem. Na vida real, somente encontramos os elementos em combinação. O líquido que conhecemos como água, de acordo com a teoria, contém uma preponderância da água elementar, como também pequenas quantidades dos três outros elementos. A verdadeira água elementar é meramente a essência da água ¾ algo que nunca poderemos perceber.

Empédocles

De acordo com Empédocles (cerca de 450 a.C.), existem quatro componentes básicos de todas as coisas ar, fogo, terra e água. Cada um desses elementos (não com o significado de elemento que temos hoje) é inalterável, e todas as substâncias os contêm, em proporções variáveis. Uma substância se modifica quando as proporções dos seus elementos componentes se modificam.

CORRESPONDÊNCIA DOS ELEMENTOS -

URBAN , Paulo - Artigo A Natureza dos Elementos Publicado na Revista Planeta nº 335 / agosto 2000

ISASA, E,Michael - Como lidar com o medo - Editora Acropole - xxx

http://www.centroreichiano.com.br

VOLPI, J. H. Particularidades sobre o temperamento, a personalidade

http://www.mundodosfilosofos.com.br/descartes.htm

MARTINS, L. A. P. . Aristóteles e A Geração Espontânea. Cadernos de História e Filosofia das Ciências, Campinas, v. 2, n. 2, p. 213-237, 1990. .

NUTTIN, J. A estrutura da personalidade. São Paulo: Livraria Duas Cidades, 1969.

FERNANDES Filho J. Persona. Revista Brasil Rotário. Rio de Janeiro, 1992. disponível em

Wilson F. D. Weigl Artigo publicado no site

REICH, W. Análise do caráter. São Paulo: Martins Fontes, 1995.

GOLDBERG, G Jane - O Papel Positivo das Emoções Negativas nos Relacionamentos, - Mercurio 2000

MASSIMI, Marina - Revista Virtual Cictsul - Teoria dos Temperamentos - Gráfica 2000 - Lisboa

Conforme demonstrado em nosso tema central " Análise dos Temperamentos " , podemos concluir que os temperamentos influenciam muito na formação da personalidade ambiental além disso , somos os seres dominantes da nossa vida , por isso co determinação podemos nos ajudar e ajudar as pessoas a nossa volta se tornarem pessoas melhores.

a) Hereditários: são os fatores que estão determinados desde a concepção do bebê. É a estatura, cor dos olhos, da pele, temperamento, reflexos musculares e vários outros. É aquilo que o bebê recebe de herança genética de seus pais.

b)Ambientais: São aqueles que também exercem uma grande influência porque dizem respeito à cultura, hábitos familiares, grupos sociais, escola, responsabilidade, moral e ética, etc. São experiências vividas pela criança que irão lhe dar suporte e contribuir para a formação de sua personalidade.

A gênese e estrutura dos temperamentos humanos consiste na somatização da personalidade e caracter . Segundo VOLPI, J. H. (Particularidades sobre o temperamento, a personalidade

e o caráter, do ponto da psicologia corporal.) podemos classificá-los de duas formas :

Segundo Vieria Filho (Florais de Bach) .. tudo pode ser resumido aos movimentos do Tao: Yin e Yang. Entretanto, essa simplificação quase que absoluta da realidade precisou ser mais elaborada para facilitar o trato com a multiplicidade aparente das coisas, surgindo, assim, variados "tipos" de Yin-Yang. Um, cujo movimento é ascendente, ganhou o nome de Fogo (as chamas sempre sobem); outro, descendente, ao qual chamou-se Água (os líquidos dirigem-se normalmente para baixo); ainda outro, centrífugo (de expansão, do centro para a periferia), denominou-se Madeira (as plantas crescem e se expandem). Já um movimento centrípeto (de contração, da periferia para o centro), é Metal ou Rocha (ambos são densos, contraídos). Por último, um equilíbrio de direções, a Terra (sólida, estável, equilibrada). São os chamados Cinco Movimentos, em geral traduzidos erroneamente como "cinco elementos". Se conhecessem o Tao, saberiam que ele é indivisível, não podendo, pois, ter "elementos" (partes isoladas). Classificando-se todas as coisas nesses cinco símbolos, podemos inter-relacioná-las de um modo bastante dinâmico e preciso. Por exemplo, tudo o que é ascendente ou lembre fogo, classifica-se como tal: meridianos do Coração, Intestino Delgado, Circulação e Sexo, Triplo Aquecedor (com seus respectivos horários de pico energético), excitação (muito fogo), apatia (pouco fogo), o vermelho (cor de fogo), o sabor amargo, o cheiro de queimado, calor, verão, a direção Sul, a nota musical Lá, o tato, etc. A mesma coisa se dá com os outros Movimentos. Várias conexões ligam-nos entre si, das quais se destacam a Lei da Geração, ou Mãe e Filho: da Água nasce a Madeira, ou seja, a primeira é mãe da segunda; a Madeira alimenta o Fogo, que gera a Terra (cinzas), de o­nde nasce o Metal ou Rocha, da qual se extrai a Água (o metal pode se liquefazer ou da rocha brotar uma fonte de água) e a Lei da Dominância ou Dominante e Dominado: a Água domina o Fogo, pois o apaga, este derrete o Metal, que corta a Madeira (ou, ainda: na Rocha não nascem as plantas), esta consome a Terra, a qual, por sua vez, absorve a Água.

É preciso alimentar nosso elemento predominante e cultivar características dos outros três. Para alcançar o bem-estar físico, mental e emocional, o ideal é que os quatro temperamentos estejam em equilíbrio - como acontece na natureza. Nossas emoções e nossa personalidade são influenciadas pela presença de fogo, terra, água e ar, em diferentes proporções.

FALTA

Como se reflete nas pessoas

EQUILIBRIO

FALTA DE MADEIRA

As pessoas se tornam ansiosas e indecisas

Técnicas recomendadas = TH TC - TF - terra + água

EXCESSO DE MADEIRA

As pessoas se tornam teimosas e obstinadas

Neutralizar o excesso com elemento Metal ou desgastar com Fogo

Técnicas recomendadas

TH / TF /FT / TC

FALTA DE FOGO

Pessoas que "engolem" tudo, inclusive a raiva

Deve-se aumentar o elemento Fogo ou acrescentar Madeira

TF / TH / TS

EXCESSO DE FOGO

Pessoas intolerantes e sempre insatisfeitas e que discutem muito

Neutralizar o excesso com o elemento Água ou reduzindo o Fogo com a Terra.

Técnicas recomendadas

TF / TH / TC

FALTA DE TERRA

As pessoas se tornam extremamente egoístas com tendências a serem oportunistas.

Acrescentar mais Terra ou acrescentar o Fogo que a alimenta

Técnicas recomendadas

TH/ TF / TS

EXCESSO DE TERRA

As pessoas se anulam em favor dos outros e levam tudo muito a sério

Neutralizar com Madeira ou acrescentar Metal

Técnicas recomendadas

TC / TH / TF

FALTA DE METAL

As pessoas se tornam muito tímidas e falam pouco

Acrescentar mas Metal ou Terra

Técnicas recomendadas

TF

EXCESSO METAL

As pessoas falam demais e são hiper-ativas

Acrescentar Fogo ou reduzir com Água

Técnicas recomendadas

TC / FT / TS

EXCESSO DA ÁGUA

As pessoas absorvem tarefas demais mas nunca consegue resolve-las, nem conseguem se encontrar

Acrescentar Madeira que absorverá o excesso da Água sem consumi-la

Técnicas recomendadas

TF

FALTA DA ÁGUA

Pessoas limitadas, com pensamentos confusos

Acrescentar o elemento Metal

Técnicas recomendadas

TF / TH

 

 

 

 

 

4.4.2 RECOMENDAÇÃO: Prática terapêutica aplicada conforme o caso. Para o flemáutico a recomendação seria realizara trabalhos manuais, como jardinagem e argila . Para despertar seu lado Yang, sobretudo no seu elemento faltante ( fogo) deve realizar atividades livres ( Corridas , Tai -chi-chuam ) desde que sejam diurnas ao sol.

Força : Observe que na medida que o medo cresce , outra força vai crescendo e se manifestando. Entre duas ordens opostas e contraditórias, a pessoa acredita muito mais do que na outra. E, nesses casos, com certeza, se coloca mais emoção, muito mais energia, no pensamento negativo " de que algo pode dar errado" . Todo pensamento de medo tem uma força magnética que atrai a realidade, como também a polaridade contrária

O medo é uma interrupção súbita do processo de racionalização. Dessa forma, o medo não é ruim, ruim é a reação que geramos ante ele, porque não temos sido educados de forma correta para encará-lo. Segundo a Lei da Dominância, o medo ou a força (Água) podem apagar a excitação e a apatia (Fogo), as quais derretem a tristeza e a alegria serena (Metal) que cortam a extroversão e a raiva (Madeira)., que consomem as dúvidas , a insatisfação e a reflexão ( Terra) , que absorvem as emoções Água, fechando, assim , o pentagrama .

4.3.1 OPOSTOS COMPLEMENTARES : Alegria/Tristeza

Quer algo mais YIN/YANG do que a alegria e a tristeza? , o sanguineo é assim , manifesta com clareza estas duas emoções , mesmo porque, para ele são os sentimentos mais significativos, ou pelo menos os mais destacados. Segundo a Lei da Dominância, o medo ou a força (Água) podem apagar a excitação e a apatia (Fogo), as quais derretem a tristeza e a alegria serena (Metal) que cortam a extroversão e a raiva (Madeira)., que consomem as dúvidas , a insatisfação e a reflexão ( Terra) , que absorvem as emoções Água, fechando, assim , o pentagrama

Sanguineo: Representa o equilíbrio razão- emoção e não por coincidência é a grande confidente e conselheira das demais. Tem talento para profissiões relacionadas à comunicação, mas poderia se destacar em qualquer área que demostre dinamismo . Casualmente pessoas sanguineas tem obsessão por algum megaconsumo (roupas, sapatos etc..). Nas relações afetivas pode passar por uma ´serie de idas e vindas com o(a) pareceiro(a), ou passa longos anos apaixonado por uma única pessoa,estando ou não se relacionando com a mesma.

)

Um dia sem uma risada é um dia perdido

(Charles Spencer Chaplin

(sangue movimento - inquieto como o ar)

4.2.2 RECOMENDAÇÃO : Prática terapêutica aplicada conforme o caso , além de exercícios aeróbicos, que faça tirar os pés do chão, assim despertará seu lado yin. Jardinagem e pintura são aconselháveis para cultivar seu lado yang .

É o tipo racional cujas observações nunca são feitas através de lentes românticas. Prática, e com fortes tendências a serem bem sucedidos profissionalmente. Gostam de conforto e bens materiais A seriedade com que conduz suas metas e a profundidade de seu pensamento, levam o melancólico a conquistar facilmente a confiança dos outros. Mas, para alcançar o sucesso, precisa fortalecer a vontade. Seu coração é cheio de compaixão e interesse pela dor alheia.

4.1.3 FUNDAMENTOS TERAPÊUTICOS

O cliente pode possuir um temperamento COLÉRICO ( Fogo) , entretanto em algum momento da sua vida pode ser um Colérico em falta de Terra(mãe dominante) ou excesso de madeira(dominado) . Cabe ao profissional através da análise do quadro de tendências, detectar quais procedimentos terapêuticos serão necessários . ( ver instrumento metodológico)

4.2 Exemplo Melancólico

(bile negra (mela), terrosa)

"Ora, não se irrite!" Pois é, falar é fácil...

Mas quem não consegue seguir esse conselho?

Não importa: Também a irritação e a raiva têm sua utilidade.

Basta que a gente aprenda a lidar com elas.

por Thomas Hülshoff

4.1.2RECOMENDAÇÃO : Prática terapêutica aplicada conforme o caso . .Para despertar seu lado YIN o colérico pode sintonizar com seu elemento faltante, a água, através de práticas que envolva piscina ou mar, watsu seria um bom conselho. Para acalmar seu lado Yang pode praticar as artes marciais que envolvem a luta com oponentes, e assim terá a oportunidade de extravasar energias contidas.

4.1.1 OPOSTOS COMPLEMENTARES: Ira/Apatia

As crises de Ira acontecem de forma inesperada, habitualmente, tem por alvo pessoas do convívio mais íntimo, como os pais, irmãos, familiares, amigos, namoradas, cônjuges, etc.

A ira é uma emoção hostil contra determinada causa. Ainda que seu primeiro impulso dure apenas uns poucos segundos, este estado pode perdurar por mais tempo e reavivar a emoção a qualquer momento. Embora a percebamos como desagradável, a ira em si - se bem vivida - pode ser divertida também. A Ira é capaz de denunciar involuntariamente nosso estado emocional. Compõe-se de um franzir do rosto, de uma ruga de ira ou raiva na fronte e da contração do músculo da testa. Essa mímica faz com que os olhos se apertem, protegendo-os da incidência excessiva de luz. No plano mental usamos "proteção para os olhos", tornando-nos como cegos para uma possível solução do conflito. A Ira pode apresentar emoções reprimidas pelo desejo de simpatia e empatia, pelo medo da punição ou pelo sentimento de culpa.

Apatia: Apatia: Estado de indiferença por falta de sensibilidade, de sentimentos; indiferença.

. 3 Teol Indiferença total em relação às coisas terrestres. 4 Filos Ausência de afetose paixões (dicionário Michaelis) .

É liberal, tem facilidade para lidar com pessoas do mesmo sexo , apesar de muitas vezes optar pela " máscara" .. ousadia e dinâmismo fazem parte de sua vida .Encara a vida com paixão. Com humor oscilante, tende a ser explosivo e autoritário e a não aceitar bem as críticas. Sempre aberto ao mundo exterior, sente dificuldade em se interiorizar e compreender as próprias emoções.

(ardente como uma chama)

4.1 Exemplo Colérico

Vamos exemplificar a personalidade do analisado conforme características do temperamento Após o reconhecimento, adquire-se a possibilidade de harmonizar tendências unilaterais e cultivar o equilíbrio necessário a uma vida mais saudável .

Através do Mapa dos 12 temperamentos , é possível obter um resultados mais significativos através da analise terapêutica.

Podemos utilizar um mapa simples , mas que contém informações e características de cada elemento. Seguindo as quatro referências , é possível que em algum momento as tendências não sejam equilibradas , isto quer dizer que existe algo mais a ser investigado . Por exemplo : uma pessoa pode ser Sanguinea e ao invés de manifestar no lado positivo o Otimismo , pode desenvolver a qualidade analítica do Melancólico. Para isto precisamos sempre ir mais fundo, ou seja , quando estiver na terceira regra SINTESE, precisará descobrir , quais foram as resistências para que o individuo analisado pudesse ter desenvolvido uma qualidade que não é natural daquele elemento .

Segundo filósofo Rene Descartes("Discurso sobre o Método*) podemos exemplificar MÉTODO, utilizando para isto quatro referências para análise:

3.0 METODOLOGIA

Regência Água - Fleumáticos (Peixes , cancer , escorpião) Pessoas com pouca energia e pouca excitação, por isso são chamados de " os desconfiados , adoram ser investigadores por natureza , sempre colocam um toque de mistério e sedução nas coisas que fazem , por isso sabem lidar muito bem com a comunicação tanto para o bem quanto para o mal. Para eles nosso recado seria a força da palavra.

2.4

Melancólicos ( touro, virgem capricornio) Pessoas com muita energia e pouca excitação, ou seja , são os idealistas ,perfeccionistas e de modo geral são muito inteligentes , pois buscam tudo na concentração lógica e rápida , principalmente quando realizam atividades com pouca movimentação . Não sabem lidar com as dores e se magoam quando algo não atende suas expectativas , por isso sofrem

2.3 Regência Terra -

2.3.1 PERFIL: São sensíveis e percebem com facilidade o que ocorre a sua volta, extremamente criativos e imaginativos, são aquelas pessoas que gostam de resolver e saber de tudo , gerando com isso um tempero forte de crítica , com a esperança de receber aplausos por suas conquistas.

Por outro lado, tende a ser pessimista e ansioso , é do tipo que as coisas " são para o­ntem " mas em seu estado culminante de melancolismo , tedem a dissipar as energias, e não gostam de correr riscos , gostam de estar bem como " pé no chão " em tudo que fazem.

Sanguineos (Gêmeos , Aquário, Libra ) Pessoas com pouca energia e muita excitação , vivem intensamente o presente ativo , e precisam controlar a ansiedade quanto ao futuro, são regidos pela alegria, entretanto são ótimos para ocultar sentimentos, pois preferem usar a simpatia ao desgaste.

2.2 Regência Ar -

2.2.1PERFIL : Possui habilidade para as relações humanas, é amigo e sempre demonstra confiança, tem facilidade para trabalhar em equipe, como também em atividades livres.

O Sanguineo precisa aprender a não acreditar em tudo que dizem , apenas para se passar como bonzinho. Também tem tendências ao exagero e a acreditar nas próprias fantasias. Seu ponto mais vulnerável é a indisciplinada.

- Coléricos (Aries, Leão , Sagitário ) Pessoas com muita energia e muita excitação, são muito preocupados com futuro são intensos nos amores , empregos , plano de carreira e estudos. Sua regência é elemento fogo, portanto seu ponto fraco é o coração tanto no sentido emocional quanto físico.

2.1 Regência Fogo

2.1.1PERFIL: Destaque-se pelo entusiasmo e dinamismo. Normalmente assumem cargos de responsabilidade pois são lideres. O colérico não tem medo de assumir riscos e de enfrentar desafios, além disso possui muita energia , são perseverantes e determinados.

O Colérico precisa aprender doutrinar seu lado agitado e impulsivo, tendendo ao egoísmo e arrogância. Quando sofre alguma perda de energia demonstra insensibilidade e indiferença, e não gosta de admitir erros.

Podemos definir estes sentimentos como manifestação das muitas faces ocultas, que residem dentro de cada ser humano, e estas sensações podem ou não aparecer o percurso de vida, na verdade o veículo é um só , ou seja somos produtos do meio e podemos ser felizes ou infelizes de acordo com que recebemos, mas ainda cabe a cada um a responsabilidade de assumir o " livre-arbitrio ".

O poder do pensamento , já faz parte do cotidiano de um profissional. Periodicamente assistimos no consultório relatos de clientes que manifestam sentimentos de culpa ou orgulho , mas quase sempre as pessoas manifestam serem " vítimas " , o que esta perfeitamente claro é que ao longo do tempo estas pessoas acabam carregando este estigma o que gera os desequilibrios.

O primeiro passo para atrair boas oportunidades , saúde perfeita , equilibrio em todos os setores da nossa vida é possuir um estado mental saudável . Seria correto vigiar nossos pensamentos o tempo todo , e evitar alimentar pensamentos negativos, até como forma de auto-sobrevivência.

De acordo com estes estudos a predominância de um destes fatores influeciam diretamente ao temperamento da pessoa. Todavia sabemos que a personalidade humana é sujeita a outras e múltiplas influências. Com efeito, se é verdade que temperamento, fatores astrais e climáticos, alimentação e tipo de atividade, influenciam-se reciprocamente e modificam o estado subjetivo e orgânico da pessoa, é evidente que o conhecimento e uma boa combinação de tais fatores, que certamente contribuirão para o bem estar individual e social.

Por sua vez, haveria uma correspondência entre os quatro componentes , aos quatro elementos físicos constitutivos da realidade (fogo, água, ar, terra), as estações do ano (verão, inverno, primavera, outono), as idades da vida (maturidade, velhice, juventude, envelhecer), as horas do dia (o meio dia, a noite, a manhã, o entardecer),

O conhecimento da personalidade humana é elaborado com base na tradicional teoria dos temperamentos. Esta teoria originou-se na interseção entre filosofia natural e a doutrina filosófica Fundamentava-se numa classificação quaternária do cosmos, que estabelecia quatro tipos de temperamentos, conforme à predominância no organismo de um entre os quatro componentes que são fatores responsáveis pelos desequilibrios ou equilibrio do individuo que determinam a compleição do mesmo: Colerico (ardente como uma chama), Fleumatico ( adaptável como a água - flegma, em grego), Sanguineo (sangue movimento - inquieto como o ar) Melancólico (bile negra (mela), terrosa)

Nós somos o que pensamos". Nos lembra o "penso, logo existo"

(Cogito, ergo sum- René Descartes)

Analisando uma pessoa pelo seu biotipo e temperamento , perceberemos que o caminho para chegar a um tratamento de sucesso, é perceber o cliente durante a consulta seguindo o principio do todo. Ou seja o ser humano possui inúmeros componentes , para análise além do próprio físico . Utilizando o quadro de tendências dos 12 temperamentos, o profissional terá mais um recurso para o sucesso.

O que objetiva os 12 temperamentos humanos é mostrar que existem biotipos das personalidades que se dividem em 4 grupos ( Colérico, Sanguineo, Melancólico e Fleumático ) De posse do quadro de tendências é possível que um profissional ao analisar seu cliente consiga perceber algumas similaridades entres pessoas com regências nos 4 elementos da natureza (Fogo, Ar, Terra e Água). Além dos recursos " clássicos " utilizados pelo Terapeuta Holístico através da análise do biótipo, chakras, observação da pele, cabelos, pulsologia , postura dentre outros , podemos também utilizar outra ferramenta , que seria o estudo do mapa de tendências.

Com base no conhecimento Holístico, podemos afirmar que o individuo é influenciado pela natureza , modo de vida , terapia em sincronicidade ( Astrologia, numerologia, Taro , etc,), como também nas regências determinadas pelos 5 movimentos chineses. Exemplo disso é o estudo do biotipo utilizado a milhares de anos pelo indianos , através da Terapia Ayurveda (ayur = vida e veda = conhecimento) que revela o que a pessoa é através do seu biotipo(doshas) .

Em geral todos nós temos tendências a desenvolver características de acordo com nosso tipo físico , temperamento, signos , local de nascimento , como o meio em que vivemos , incluindo criação e estudo .

Resumo:

Anexos Complementares pág. 15

BIBIOGRAFIA pág. 14

5.0 CONCLUSÃO pág. 13

4.5 Tabela de Falta e Excessos pág. 12

4.4. Exemplo de Fleumático ( adaptável como a água - flegma, em grego) pág. 11

4.4.1 Opostos complementares

4.4.2 Recomendação

4.4.3 Fundamentos Terapêuticos

4.3 Exemplo Sanguineo (sangue movimento - inquieto como o ar) pág. 10

4.3.1 Opostos complementares

4.3.2 Recomendação

4.3.3 Fundamentos Terapêuticos

4.2 Exemplo Melancólico (bile negra (mela), terrosa) pág. 09

4.2.1 Opostos complementares

4.2.2 Recomendação

4.23 Fundamentos Terapêuticos

4.0 RESULTADOS pág. 08

4.1 Exemplo Colérico (ardente como uma chama) pág. 08

4.1.1 Opostos complementares

4.1.2 Recomendação

4.1.3 Fundamentos Terapêuticos

3.2 Quadro de Tendências pág.07

3.3. Aplicando o Método

3.0 METODOLOGIA pág. 06

3.1.1 Evidência

3.1.2 Análise

3.1.3 Síntese

3.1.4 Agrupamentos

2.0 Material pág. 05

2.1 Regência Fogo -Coléricos

2.2 Regência Ar - Sanguineo

2.3 Regência Terra - Melancólico

2.4 Regência Água - Fleumáticos

1 Introdução pág. 04

Resumo pág. 03

MELANCÓLICO

Terra

Capricornio-Touro-Virgem

Mineral

Fígado

extroversão/Raiva

COLÉRICO

Fogo

Sagitário-Leão-Aries

Animal

Coração

Ira / Apatia

Última atualização:
2007-05-29 16:16
Autor: :
SINTE SINDICATO DOS TERAPEUTAS
Revisão:
1.1
Avaliaçãoo mídia: 4.56 (9 Votos)

Não pode comentar este artigo

Chuck Norris has counted to infinity. Twice.