RADIESTESIA E RADIÔNICA


RADIESTESIA E RADIÔNICA





Comecei a entender melhor o poema da vida no meu sétimo aniversário, quando um dos presentes que recebi embrulhado em papel celofane amarelo com laço multicolorido contendo uma caixa de veludo azul profundo e dentro dessa caixa dois pêndulos, um de madeira e um de aço que eu vi sendo torneado pelo meu avô.


Como toda criança, agradeci e comecei a brincar. No dia seguinte, me foi ensinado que o motivo do papel amarelo, que representava o sol, o criador porque ele podia estar tão perto e tão longe ao mesmo tempo, depois descobri, que é apenas uma questão de escolha.


Perguntei... e o azul? ; o azul representa o planeta, terra, água, ar e fogo e as fitas coloridas representam o ser humano, neste caso você, as tuas sete portas, chamadas de chacras, pelas quais nos conectamos com o equilíbrio e com o divino, pés na terra espírito no criador.


A última pergunta foi para saber, o que fazer com os pêndulos exatamente? A resposta se estendeu por muitos anos, e ainda continuo essa busca.


Pêndulos, um simples fio e um contrapeso, poderosos receptores e irradiadores de energia sutil, que conectam o radiestesista com todas as coisas em todas as dimensões sem as barreiras do espaço e do tempo.


A prática radiestésica me levou a pesquisar e encontrar que historicamente 4.000ªC. os sacerdotes egípcios e caldeus, já praticavam a sensibilidade radiestésica através de varinhas para descobrir, águas, minérios e respostas oraculares.


Na China 2000ªC. o imperador Yu trabalhava com uma varinha na pesquisa para encontrar fontes de águas subterrâneas. Paracelso alquimista e médico suíço utilizou-se da radiestesia em seus trabalhos. No século XVII a condessa Martine de Berthereu aponta com extraordinária exatidão as fontes de Chateau-Thieny e posteriormente as minas de Pontgibard.


Já nessa época o abade Vallemont publica suas pesquisas, nos séculos XVIII e XIX dentre os muitos radiestesistas, destaca-se, Mermet desenvolvendo a teoria das séries numéricas atribuídas aos órgãos humanos, hoje nas minhas pesquisas percebo que ele conseguiu identificar os pontos do Do In e da Acupuntura através da radiestesia.


Luis Zuniga, da apoio radiestêsico in loco e nas plantas geodésicas, a uma equipe de engenheiros na prospecção de petróleo, na cidade de Punta Arenas, extremo sul do Chile.


No século XX mas exatamente em 1932 se realiza o primeiro congresso de radiestesistas em Liege, com resultados importantíssimos para as diferentes áreas do conhecimento.


No Brasil, em meados do ano de 1941 o radiestesista Virgílio Goulart publica a radiestesia em seis lições, à partir desta data,a lista é extensa dos inúmeros profissionais que tem contribuído para esta ciência.


À medida que foram passando os anos, desenvolvi a minha própria técnica, utilizando a radiestesia como base para ver, as disfunções da aura e conseqüentemente a sua harmonização.


Foram estes os impulsores, que deram o alicerce para a terapia holística que desenvolvo, procurando a causa da disfunção no corpo mais distante e deixando a harmonização do efeito como conseqüência.


Esta ciência tem esta virtude, ver, a unidade e o todo ao mesmo tempo, trabalhando num único universo, como se fosse um belo mosaico.


Se a Radiestesia nos permite fazer uma medição exata das energias que afetam pessoas, animais, plantas, objetos e ambientes, tem que existir alguma técnica que faça correções nesses desequilíbrios, é essa técnica se chama Radiônica.


A Radiônica permite trazer de volta o equilíbrio ou ainda melhora-lo através da junção Radiestesia - Radiônica, cromoterapia, cristais, florais, elementos da natureza, com a utilização da energia do pensamento.


Existem algumas correntes de pensamento em radiônica que utilizam a irradiação de ondas eletromagnéticas o hertzianas, com o objetivo de produzir um equilíbrio através de um mecanismo de ressonância de freqüência. Sabe-se que os egípcios colocavam metais sobre o corpo humano com fines terapêuticos. Talvez esse seja a explicação de que alguns pesquisadores tentem dar um ar hermético a esta técnica sem necessidade. Eu penso que tudo o que a natureza nós ensina, deve ser de conhecimento individual e coletivo, porque na medida que melhoramos o indivíduo, classe e sociedade, melhora a energia vibratória do planeta.


  1. Toda matéria emite radiações, o que significa que cada elemento inerte ou vivo, é único.

  2. As radiações emitidas por um corpo vivo ou objeto, permitem analisar as energias do todo e das partes.

  3. O terapeuta que utiliza estas técnicas, desenvolve dentro de si um ser radiônico, capaz de trazer equilíbrio só com sua presencia.

  4. Esta técnica de pesquisa e alinhamento das perturbações vibracionais utiliza também as energias das formas, inclusive às formas pensamentos. Por isso desenvolve a percepção extra-sensorial.

  5. É a técnica do futuro, hoje vista como ficção.


Exemplo:


A Radiônica utiliza-se também das cores, que tem sua própria vibração:


    • Vermelho 436,7 Trilhões de vibrações por segundo.

    • Laranja 473,6 Trilhões de vibrações por segundo.

    • Amarelo 510,5 Trilhões de vibrações por segundo.

    • Verde 584,3 Trilhões de vibrações por segundo.

    • Azul 658,0 Trilhões de vibrações por segundo.

    • Índigo 694,9 Trilhões de vibrações por segundo.

    • Violeta 731,8 Trilhões de vibrações por segundo.


Fonte: Jones , Alex. Seven Mansions of Color, De Vorss, Marina del Rey, 1977.


Cor


A Radiônica pode utilizar a cor terapeuticamente dos seguintes modos:


Visualização: a cor necessária é visualizada como se estivesse sendo inalada e banhando cada ponto em desequilíbrio.


Luz solarizada: é a aplicação da cor filtrada da luz do sol através de filtros ou gel coloridos, sobre a área afetada.


Água solarizada: a água pura é exposta ao sol num recipiente apropriado de vidro colorido por meia hora e depois ingerido como fonte de equilíbrio vibratório.

A cor que preciso: Assim como as pedras, filtros, nós somos parte dessa luz e podemos aplica-la. A influência das cores é primordial para o desenvolvimento do Ser Humano e o meio em que vive e trabalha, temos cores fixas e transitórias que atuam diretamente nos centros de energia das pessoas ou objetos. A comida é uma alternativa para absorver cor.


Florais de Bach

A Radiônica pode potencializar ou incorporar os efeitos benéficos dos Florais de Bach que desenvolvem uma profunda harmonia restaurando o equilíbrio dos corpos, associados ao pensamento, alma, identidade ou espiritualidade.


Limpeza áurica

A Radiônica nós permite entre outras coisas fazer a limpeza e restauração áurica sem necessidade alegorias. Isto em pessoas, animais, plantas, objetos, residências, partindo da base que toda energia física ou espiritual tem uma determinada ação vibracional.


Relacionamento

A Radiônica analisa um relacionamento a partir da harmonia dos centros de energia, restaurando-os se necessário. Essa restauração pode ser nesta vida ou em vidas passadas.


Vida e Trabalho

A Radiônica, atua em todos os segmentos da vida, trazendo paz, paz harmonia, equilíbrio, cabe apenas ao cliente a partir do aconselhamento aceitar umas diretrizes de vida, lembrando que o ser humano está aqui para se tornar sábio, lembrar que a vida se desenvolve em quatro etapas, aprendizado, luta, sabedoria e treinamento das futuras gerações. Para isso precisa de equilíbrio da auto-estima, flexibilidade, de se permitir transmutar, vivenciar todos os símbolos para poder entender a si mesmo e aos outros, etc.









Nelson Nibaldo Flores Zuniga
CRT 34429
Terapeuta Holístico
Zuniga@terapiaholistica.net

Copyright © por SINTE - Sindicato dos Terapeutas Todos os direitos reservados.

Última atualização:
2007-05-30 14:46
Autor: :
SINTE SINDICATO DOS TERAPEUTAS
Revisão:
1.0
Avaliaçãoo mídia: 5 (5 Votos)

Não pode comentar este artigo

Chuck Norris has counted to infinity. Twice.

Registros nesta categoria

Tags