Terapia dos Números







Rosemi Fernnades
Terapeuta Holística - CRT 21001


Terapia dos Números
Como eles podem ajudar você e as pessoas a sua volta

Uma ferramenta para despertar potenciais presentes em todos os seres humanos

Numerologia

Em ocultismo, estudo do significado dos números e da

sua influência no caráter e destino dos homens.

DICMaxi Michaelis – Moderno Dicionário da Lingua Portuguesa

SUMÁRIO

RESUMO pág. 04

INTRODUÇÃO pág. 05

2.0MATERIAL E METODOLOGIA pág. 06

2.1 Número da Alma pág. 07

2.2 Número da Personalidade pág. 07

2.3 Número geral pág. 07

3.0 RESULTADOS (preparando o Mapa) pág 08

3.1 Vogais – Número da Alma - pág 08

3.1.2 Interpretação – pág 08

-

3.2 Consoantes – Números da Personalidade – pág . 09

3.2.1 Interpretação - pág. 01

3.2.2 Análise – Soma Geral – Alma e Personalidade pág. 09

4.0 Número do Destino e Tendências para vida pessoal e profissional pág. 10

4.1 O Que significa número do Destino ? pág. 10

4.2 Interpretação – Números do Destinos págs. 10 – 11

5.0 Número Geral – pág. 12

6.0 DISCUSSÃO 14

6.1 Tabela de Tendências pág. 15

6.2 Exemplo prático pág. 16

7.0 CONCLUSÃO pág. 17

BIBLIOGRAFIA pág. 18

ANEXOS COMPLEMENTARES pág. 19 -20

Resumo :

A Numerologia pode ser definida com uma técnica de análise da personalidade em seus potencias e sutilezas, através da transformação de letras em números, como também a análise da data de nascimento. O objetivo é trazer a tona aspectos interiores não explorados utilizando para isso o estímulo a intuição . De posse da análise do mapa numerológico, leva-se em conta mudanças em várias áreas, sendo as mais comuns: comportamento, vida social , relacionamentos , relações familiares, além de conhecimento e habilidade para tomada de decisões, inclusive profissionais.

O nome e a data de nascimento de uma pessoa, estão em evidência por toda a vida , vibrando no inconsciente , como se fosse um código de presença. As letras do alfabeto , como também as datas importantes, são chaves que abrem uma porta, para um território pouco explorado.

Segundo a numerologia , cada número ou valor numérico possui uma vibração particular , sendo que a soma correta das letras, correspondem ao interior e exterior do indivíduo ,e indicaria tendências de acontecimentos ou melhorias em qualquer setor , quer sejam profissionais ou pessoais.

A numerologia é uma técnica pertencente a Sincronicidade , conforme consta no Manual Oficial do Terapeuta Holístico 'pág. 133 e 135 NTSV- TS 001, 2 e 3,

Terapia em Sincronicidade pág 135 5.1.10: teoria Junguiana da possibilidade de relação significativa, mas não causal, entre eventos; termo criado C. G. Jung para descrever a ocorrência quase simultânea de dois eventos, um interior e o outro, exterior, que parecem ter uma relação em comum, que não seja a de "causa e efeito".

Arquetipo pág. 135 e 136 : 5.1.13 são padrões ou motivos universais que emanam do Inconsciente Coletivo (ou, como preferia Jung, Psique Objetiva), que foram incorporados por experiências reiteradas, coletivas e significativas da humanidade. Irrepresentáveis em si mesmos, contatamos seus efeitos quando se manifestam na conciência como imagens e idéias arquetípicas, ou seja, os Símbolos (melhor expressão possível para algo essencialmente desconhecido). ......Assim sendo, os arquétipos representam a dinâmica de nosso inconsciente e os símbolos são as referências de nossa consciência. As estruturas arquetípicas podem ser comparadas ao eixo, ao "molde-informação" de um cristal: este, ao formar-se, obedece a um padrão de forma pré-determinado por um eixo axial, o qual não possui, entretanto, existência própria, sendo, pois, pura forma. Mesmo assim, ele pré-determina a estrutura geométrica do cristal, não impedindo, porém que surjam particularidades que os diferenciem uns dos outros. Igualmente, as estruturas arquetípicas são pura forma, que dão estrutura aos símbolos.... O universo dos arquétipos é nosso passado vivo e nosso futuro possível, coordenadores de nossas energias, moldes comportamentais aos quais recorremos e incorporamos inconscientemente ou não, atraídos que somos pela ressonância entre nossa situação e a que eles representam.

Introdução

Ao longo da minha vida profissional, ouvi uma quantidade enorme de perguntas relacionadas à Terapia Holística em especial a Terapia em Sincronicidade utilizando a Numerologia . Não importando o grau de instrução, idade, sexo, condição social ou profissional, as questões levantadas quase sempre estavam relacionadas ao nome e se este poderia ou não trazer sorte a pessoa.

Na verdade desde a antiguidade, a humanidade procura respostas para todas as coisas, principalmente na existência do mundo, alguns buscam suas repostas na religião, na história, outros na ciência, a verdade o que podemos afirmar com clareza é que existe o livre arbítrio e deste todos fazem suas escolhas, e usam suas crenças como meio de vida, ou como justificativa de que sempre existe algo mais.

A minha proposta é apresentar esta técnica , conhecida como numerologia, respeitando a individualidade de cada pessoa, acrescentando mais um degrau na evolução pessoal. Segundo o filósofo grego Pitágoras considerado por alguns numerólogos o pai da numerologia, apesar de não haver qualquer relação entre o mapa numerológico atual e o filósofo grego, acreditava-se que tudo no universo tinha relação com os números.

Apesar de tantos estudiosos envolvidos, na verdade a numerologia nunca precisou de grandes práticas, tampouco foi ligada a religião, mediunidade ou magias. Qualquer pessoacom conhecimento matemático e interesse pode utilizar a técnica . A prática pode ser realizada por Terapeutas Holísticos,neste caso a técnica pode ser facilmente adaptada na sessão de aconselhamento , que pode ocorrer nas primeiras consultas, a vantagem é que a numerologia vem ganhando cada vez mais espaço no mundo, como também gerado bastante influência na sociedade já que é um assunto comum na midia escrita e televisiva, por isso grande parte dos clientes já ouviram falar ou leram algo sobre a numerologia.

A influência dos números em nossas vidas , nada mais é, do que a necessidade dos seres humanos em recorrer aos símbolos para se conhecerem , mas o que se evidencia é a real necessidade de encontrar um caminho melhor , de encontrar a chamada felicidade .

Muitos acreditam que a mudança do nome acrescentando ou retirando alguma letra , a pessoa encontrará um novo amor, plano de carreira , saúde , enfim tudo que o ser humano quer conseguir na tragetória de vida. Na verdade tudo esta em nossas mentes, e para concretizar nossos objetivos é necessário se conhecer , por isso a numerologia pode ser um dos caminhos para a descoberta .






MATERIAL E METODOLOGIA


Não se sabe o período da descoberta da Numerologia, mas várias civilizações já faziam uso dos mapas numerológicos, desde fenícios, babilônios, egípcios, gregos, romanos, chineses e árabes . Entretanto meu estudo se fundamentou nos Caldeus (novos babilônicos) reconstruíram a Babilônia, mas sua dominação durou pouco: em 539 a.C. foram vencidos pelos persas de Ciro, o Grande, que libertou os judeus do cativeiro da Babilônia. (ver anexos) As idéias e crenças dos caldeus resistiram ao tempo, às perseguições religiosas que aconteceram na Europa durante a Inquisição, e chegariam até os nossos dias. Na verdade pouco se sabe sobre as práticas do povo Celta , contudo existiram e por não possuirem nenhum elemento de estudo para enender a numerologia , eles acreditavam como explicavam a organização do universo através das reações climáticas e dos movimentos da natureza.

Pitágoras na sua ápoca apesar de não ter participado da estrutura da numerologia moderna, teve um papel fundamental estabelecendo a ligação da metafísica do número como arquétipo(*), símbolo essencial da Vida.

A diferença fundamental entre os dois métodos esta nos primeiros estudos , enquanto os Caldeus se inspiram na natureza , filósosos dentre eles Pitagoras iniciaram suas pesquisas em uma lei quantitativa, através de pesquisas com a música. Estudaram a relação entre os tons musicais de uma corda vibrante e seu tamanho, revelando sons gerados nos intervalos de oitava, quarta e quinta notas expressos em termos de razões numéricas. Estudaram também os sons gerados em jarros com diferentes níveis de água.

Além do filósofo Pitágoras podemos citar Platão (a quem devemos a maioria dos dados sobre os ensinamentos pitágoricos, já que o mestre nada deixou por escrito), Aristóteles, Nicômaco, Fludd, Hermes Trimesgistus, Nostradamus, Cornelius Agrippa, Cagliostro, Eliphas Levi.Para os filósofos que se interessaram por esta técnica, conhecer as leis da natureza seria conhecer a alma do universo, construído segundo leis da harmonia e do equilibrio. Esta alma, à qual o corpo do universo obedece e uma estrutura interna regida por certa idéia numeral, ou seja ,percebia-se que tudo no planeta era regido por números.

Com o desenvolvimento dos mapas, os numerólogos realizavam seu trabalho obedecendo as leis da matemática ou a natureza , e para os mais desafiadores era possível trabalhar com as duas vertentes.

Por isso que podemos explicar que a Terapia dos Números ou Numerologia objetiva acelerar o processo de auto-conhecimento . Muitas outras técnicas da Terapia Holística contribuem para este aprimoramento e em conjunto podem trabalhar o indíviduo como um todo. Mas quando se trata em equilibrar o ser humano podemos oferecer as pessoas a nossa volta todas a possibilidades chegando a resultados surprendentes quer seja através da numerologia , (sincronicidade) terapia Floral , aconselhamento , aromaterapia, dentre outras que buscam um só resultado : Qualidade de Vida e despertando dentre de cada um capacidade de se conhecer e viver melhor.



(*) arquétipo : ver resumo


Paradoxalmente entre duas linhas tanto o alfabeto grego, bem como o hebraico, tem os mesmos símbolos para seus números bem como para seus algarismos, ou seja, alfa vem a ser ao mesmo tempo uma letra e um numeral. Esta idéia é parte da numerologia, quando associamos a letra A ao número 1, a letra B ao número 2, e por aí vai. (ver tabela abaixo) Mas isto se aplica, como citado também ao alfabeto hebraico, e daí vem a gematria, uma disciplina da cabala que é a origem da tese numerológica, mas não de sua técnica - o que seria assunto para outra palestra. Apesar das duas vertentes terem suas mentiras e verdades , o ideal é fazer o estudo seguindo a lógica , ou seja , seguir uma tabela de correspondência coerente, como fez Pitagoras.

O que a numerologia precisa é de pesquisa séria, para que possamos estar constantemente ajustando e aperfeiçoando o conhecimento, para que ela de fato cumpra seu papel, que é o de orientar e ajudar no autoconhecimento, e não trazer fórmulas "mágicas" ou soluções instantâneas.

Portanto, não existe uma "numerologia pitagórica". Existe simplesmente a Terapia dos Números, a qual trata do aspecto metafísico dos números. Na qual você pode acrescentar pesquisas dos povos antigos , mas sempre visando a melhoria do seu cliente e se adaptando a realidade de cada pessoa .

Para se ter uma noção confiável de cada pessoa podemos dividir os cálculos em três partes :

2.1 NÚMERO DA ALMA

A soma das vogais do nome equivale aos aspectos interiores , ou seja o que esta gravado em seu íntimo , abragendo aspectos emocionais e de comportamento. Pode ser estendido para relação com a família, amigos e parceiros.

2.2 NÚMERO DA PERSONALIDADE :

A soma da consoantes corresponde aos aspectos externos , ou seja como as pessoas a sua volta indentificam sua personalidade e sua interação com a sociedade É a primeira impressão que a pessoa causa, aquilo que os outros vêem no indivíduo ao ter contato social pela primeira vez, ou ainda aquilo que se ouve falar da pessoa, a marca que ela deixa no imaginário de quem a observa. Não que a opinião pública deva ser o fator principal , para melhoria dos aspectos de equilibrio , mas sim o ponto entre o consulente com o analisado.

2.3 NÚMERO GERAL :

A totalidade da personalidade da pessoa, o resultado da combinação entre o que a pessoa é na intimidade e em público, o produto desta mistura podemos traduzir o número geral da pessoa .






3.0 RESULTADOS - PREPARANDO O MAPA

Primeiro passo é escrever o nome completo da pessoa , empresa ou coisa analizada.

1

2

3

4

5

6

7

8

9

A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

Q

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z

Existem também os números mestres que são 11 , 22 e 33 obtidos ao final do estudo , ou seja a soma da data do nascimento mais a soma dos números do nome completo que se totalizam .

3.1 AS VOGAIS ( números da alma) refletem o interior da pessoa, já que seu som é formado no interior do aparelho fonador. Ao pronunciarmos os sons de A, E, I, O e U, podemos fazê-lo com a boca quase fechada, sem sons formados pelo impacto dos lábios. Ou seja, sons que não se formam no exterior da boca. Desta forma, a letra W será considerada vogal em Wellington, mas será, uma consoante em Wanda. Da mesma forma, J é consoante para Juarez, mas é vogal para Johann (J tem, neste caso, som de I). Por isso muita atenção nos calculos , estabelecendo as diferenças entre vogais e consoantes.

3.1.2 NÚMEROS DA ALMA – Interpretação de cada número

Número 1 - Independente, individualista, tende a comandar as relações.

Número 2 - Dependente, sensível, tende a ser conduzido e a se adaptar.

Número 3 - Alegre, criativo e de temperamento infantil para bem e mal.

Número 4 - Confiável, previsível; busca relações estáveis e sólidas, mantém tradições.

Número 5 - Sensual, imprevisível, busca novidade e aventura, reage às tradições.

Número 6 - Valoriza a família, emotivo, ciumento, apaixonado e parcial.

Número 7 - Valoriza o intelecto, racional, precisa de certo isolamento, busca o equilibrio.

Número 8 - Pragmático, justo, objetivo, parece dominar, mas é ultra-sensível.

Número 9 - Energia extrema, ânsia, precisa de movimento e grandiosidade.

Número 11 - Voltado ao transcendental, precisa se sentir compreendido, o que é raro.

Número 22 - Voltado à realização do impossível, emocionalmente delicado apesar de resistente.





3.2 – AS CONSOANTES : Atenção aos sons das vogais e consoantes para seguir o cálculo correto, e não surgindo erros na interpretação final .

3.2.1 NÚMEROS DA PERSONALIDADE - Interpretação de cada número

Número 1 - Parece um pouco arrogante, pose de líder, o que direciona

Número 2 - Posiciona-se com discrição, reflete o ambiente em que se encontra

Número 3 - Muito comunicativo e simpático, às vezes um tanto exibido

Número 4 - Transmite confiança e seriedade à primeira vista

Número 5 - Parece rebelde, irônico, atraente, provocativo

Número 6 - Transmite familiaridade e hospitalidade

Número 7 - Parece frio e distante, transmite inteligência

Número 8 - Desenvolvido senso de justiça e objetividade que transparece logo

Número 9 - Pode parecer ansioso e impaciente, mas se dá bem com todo tipo de pessoa

Número 11 - Transmite um ar de mistério e parece inatingível ou incompreensível

Número 22 - Dá a impressão de ser alguém pronto para as mais difíceis empreitadas


3.2.2 SOMA GERAL – ALMA/PERSONALIDADE - Interpretação de cada número

Número 1 - Aquele que guia os outros e os representa

Número 2 - Aquele que colabora e facilita

Número 3 - Aquele que é ligado a comunicação e as relações

Número 4 - Aquele que se responsabiliza e cumpre metas

Número 5 - Aquele que rompe e se necessário estabelece as regras e as questiona.

Número 6 - Aquele que mantém as tradições e a família

Número 7 - Aquele que analisa de maneira científica e busca os detalhes

Número 8 - Aquele que faz justiça e promove a prosperidade

Número 9 - Aquele que ultrapassa e expande os limites

Número 11 - Aquele que não se encaixa em nenhum grupo específico

Número 22 - Aquele que tenda realizar o impossível


4 .0 -NÚMERO DO DESTINO -Tendências para vida pessoal e profissional

Cálculo feito através da data de nascimento seria a soma do dia , mês e ano do nascimento .Utilizaremos como EXEMPLO o dia do Terapeuta Holístico mais ano de fundação do Sindicato : 08/09/1992 = 8 + 9 + 1 + 9 + 9 + 2 = 38 = 11

4.1 O QUE SIGNIFICA NÚMERO DO DESTINO ?

Segundo consta no dicionário Michaelis , DESTINO significa “ Encadeamento de fatos supostamente fatais; fatalidade. 2 Circunstância de ser favorável ou adversa às pessoas ou coisas esta suposta maneira de ocorrerem os fatos.”

Na verdade destino é determinado pela providência ou pelas leis naturais, entretanto no estudo de numerologia seria a soma da data do nascimento , pois esta normalmente não é escolhida, pois acontece , então poderíamos supor que cada um tem um destino específico, respeitando , além da data em si , o meio que vive , criação , fatores externos , local de nascimento, etc...

A análise funciona fundamentamente levando-se em conta o tipo de vida que a pessoa vive, a atmosfera externa (profissão, relacionamentos) o tipo de fatos e seres que naturalmente fazem parte da vida de um indivíduo.

4.2 – INTERPRETAÇÃO NÚMERO DE DESTINO


Destino Um

Iindependencia e seu ponto original e que deseja ter sempre liberdade de ação. Percebe com facilidade novas idéias quando elas aparecem. Aprende com facilidade, tem coragem para levar adiante suas metas. É um líder, inspira os outros com seu entusiasmo e busca constantemente soluções construtivas para vencer os obstáculos. Dominio , controle , mas muitas vezes pode parecer rude e imapaciente.

Destino 2

Seu ponto mais marcante é observação , quanto mais detalhes melhor . Possui muita imaginação e tem o dom da harmonia. É o ser pensante , dficilmente toma decisões rápidas , precisa analisar todos os lados antes de tomar qualquer decisão. Excelente conselheiro(a) faz papel de mediador nos conflitos, conseguindo sempre algum acordo. O aprendizado do número dois é tomar decisões rápidas , precisa aprender a lidar com calma , pois tem dificuldades de concentração. E acima de tudo , por mais bem-intencionadas que as pessoas possam ser , saiba separar o Jóio do trigo e separar o que é real do falso, em outras palavras , aprenda não acreditar em tudo que falam.

Destino 3

Sua essência é a comunicação e a criatividade . Terá boas habilidades com as mãos artes, escrita . Para desenvolver seus dons deverá aprender lidar com a auto-crítica , para que possa concluir suas metas. Viagens , bons amigos e conquistas no âmbito profissional são prováveis na vida de um número 3


Destino 4
O quatro frequentemente sabe ficar com o pés no chão ao tomar decisões práticas , entretanto por possuir o senso de organização , pode se tornar perfeccionista , por outro lado sae ser condescendente ois possui o espirito da justiça . Apesar do número Quatro aprender a lidar com as emoções , familia e carreira , seu trabalho será sua meta de vida, tanto profissional como cultural.

Destino 5
O cinco gosta de viver tansformações , mudanças é algo comum .Possui energia e disposição e tem coragem e muita agilidade mental. Sabe encontrar soluçõepara os problemas. Aprende muito pela experiência de vida, porém tem dificuldades de conviver com a solidão ,precisa ter sempre pessoas as sua volta, mesmo que estejam de boca fechada . Deve tomar cuidados com a impulsividade , ponto fraco do número cinco , ou seja : " quem come rápido , come cru ....."

Destino 6
Apaziguador(a) , gosta do mundo azul , ou seja quer o bem estar de todos e do planeta. possui sensibilidade para música e para artes. è o tipo de pessoa emocional , ou seja sente verdadeiramente as alegrias e deficiencias das pessoas, se preocupa e as vezes comete o exagero de " comprar o problemas dos outros " O amor é sua fonte divina , sendo amistoso e cordial com a familia . Busca harmonia em todas as coisas , e consegue ver beleza até mesmo onde não existe , ou seja o número 6 é o enterno Otimista . deve tomar cuidado para não criar expecttivas nas pessoas , pois gera frustução e tristeza.

Destino 7
Cultura e aprendizado são os pontos marcantes do número 7 . Possui o dom das palavras, entende seu poder e influência. O conhecimento faz parte da sua natureza, você é muito mental e bastante introspectiva(o). Por ser extremanente analitico, gsta de ir a fundo em tudo . Apesar de parecer fria sente muita compaixão pelos outros. Seu lado místico ou espiritual logo será aflorado , visto que tem interesse pelo oculto. Seu desafio será a paciência , pois sentirá muitas vezes que o " um ser imcompreendido" , por isso suas relações afetivas terão que ser conqusitadas com carinho: " não fique na toca , mostre sempre seus talentos "

Destino 8

O oito conhece o caminho da prosperidade , no entanto na busca desenfreida pelo material , acaba esquecendo os outros pontos de equilibrio. Possui muita força de vontade e energia para o trabalho Tem coragem , independencia e sabedoria, conforto, segurança e prosperidade são essenciais para sua felicidade. Seu aprendizado será encontrar o equilíbrio entre o material e o espiritual. Apesar dos desafios e conquistas materiais , precisará arpender a lidar com as reclamações: " conhece o ditado " Deus dá o frio , conforme o cobertor " ....

Destino 9

O Nove é número do ser Humanitário, possui sentimentos de amor universal consolidados em sua alma Procura comprender todas as pessoas e ajuda-los sempre que pode. Por ser idealista quer trasnformar o mundo para algo melhor. Se interessa pelo oculto e pelo mistério, e por isso sempre acha que descobriu a chave para salvação do planeta . É aquele que (acha) tem a resposa para tudo , se não conseguir satisfazer a pessoa na hora , saiba que saberá contornar tudo, pois usa as palavras que comevem o coração de qualquer pessoa. O desafio do Nove é aprender a lidar com suas próprias emoções



5 .0 NÚMERO GERAL Soma do estudo do nome completo ( alma + personalidade ) ersultado deste soma-se com o número do destino ( nascimento)

5.1 INTERPRETAÇÃO GERAL

O número 1

É o gerador, a explosão inicial, a agressividade. Simboliza a liderança, a iniciativa - a força em seu estado inicial.


O número 2

Enquanto o 1 é ação pura, o 2 raciocina sobre o que está ocorrendo. É a consciência, a profundidade, a sabedoria. Em seus aspectos negativos, o dualismo, a incerteza, a timidez. Simboliza a arbitragem, o tato, a diplomacia, a paciência, a escolha elaborada, a busca de detalhes, a seleção.

O número 3

É a manifestação, o Verbo. Depois de passar por um processo de seleção no 2, e de simplesmente explodir no 1, surge a necessidade de criar, de expressar-se, de transformar-se em explosão criativa, mas organizada a partir do 2. Simboliza a criatividade, as artes, a invenção, a imaginação, os contatos, a auto-expressão.

O número 4

É o momento do repouso, buscando a organização. Até então, houve a explosão (1), a seleção consciente (2) e a criatividade (3). O Homem sente necessidade de organizar-se, de buscar as próprias forças naturais: é o momento 4. Simboliza a organização, o sistema, o método, o trabalho, a limitação.

O número 5

Depois desses quatro momentos iniciais, há a necessidade de ousar, aventurar-se, tomar contato com outras realidades, de explorar mais a própria natureza e a natureza que nos cerca. É o momento 5. Simboliza a versatilidade, a impulsividade, a busca, os cinco sentidos, o destemor.

O número 6

Após a aventura, o descanso. A necessidade de um lar, uma família, uma comunidade. E, dentro desses limites, a busca da harmonia e da beleza. É o momento 6. Simboliza a harmonia, a beleza estática, o prazer gregário, a família, a comunidade, o civismo, o serviço.


O número 7

Mas somente a plenitude organizada não basta. Pressente-se que há algo mais e a necessidade de buscar, transcender-se, ir além do rotineiro, do predisposto. É o momento 7. Simboliza a busca interior, o despertar dos sentidos internos, a espiritualidade, a necessidade de estudo , especialização e pesquisa, a ânsia de ir buscar em todas as fontes, as viagens psíquicas.

O número 8

Súbito, percebemo-nos em um mundo materialista, exigente, competitivo, injusto. E sentimos necessidade de equilíbrio e de justiça. Somente a transcendência não basta; a pura espiritualidade não sustenta o corpo físico. É necessário buscar o lado material ao mesmo tempo em que desenvolvemos o lado espiritual. Com justiça e equilíbrio. É o momento 8. Simboliza o equilíbrio, a justiça, a auto-exigência.

O número 9

Depois de realizar esses oito primeiros momentos, o Homem ainda sente que lhe falta alguma coisa. Ele conseguiu, mas, e os outros? Olha em volta e vê pessoas necessitando de todo o tipo de auxílio. Vê injustiças, desequilíbrios sociais, desordem, infelicidade. Então, o Homem propõe-se a doar-se aos outros, compreendê-los e amá-los. É o momento 9. Simboliza a compreensão, doação, impessoalidade, completação.

O número mestre 11

É o 1 que vê a si mesmo e deseja melhorar. Não quer ser apenas mera explosão, mas inspiração. Simboliza aquele que se coloca em evidência, mas desejando, com essa atitude, melhorar a si e aos que o cercam- através da inspiração, da determinação e da força interior manifestada.

O número mestre 22

É o 4 não circunscrito aos seus limites. Simboliza o mestre construtor. É prático, mas, ao mesmo tempo, idealista. Procura expansão e novos caminhos, inspirando os outros a fazer o mesmo - porque sabe aliar idealismo sem devaneios a praticidade sem autolimitação.










6.0 DISCUSSÃO

Existem hoje diferentes estudos e interpretações dos mapas numerológicos , como também posturas distintas entre autores de livros , instrutores da técnica, pesquisadores antigos e modernos . Mas o que se evindencia de fato é que praticamente todos seguem a tabela pitagórica (abaixo) que podemos entender da seguinte forma , quanto mais integração na análise do mapa , maiores serão os resultados , e maior srão as chances de ajudar as pessoas a descoberta de seus potencias.

Outra ferramenta de entendimento da técnica estaria um pouco atrás , propriamente entre os séculos III e IV antes de Cristo, os judeus da Caldéia, não só acreditavam como explicavam a organização do universo em planos de Criação formadores de 10 (dez) esferas.

A primeira delas seria a Unidade, o princípio de todas as coisas.

A segunda, a dualidade. Da união de ambas, surgiram todas as outras.

O número 3 (três), seria a Água.

O número 4, o Fogo.

O 5 (cinco), 6 (seis), 7 (sete) e 8 (oito) representariam os Pontos Cardeais.

O 9 (nove) e 10 (dez), os dois pólos da Terra.

Já naquela época o homem estava convencido de que os números têm existência real e são dotados de um poder capaz de influenciar no destino dos homens e de todas as coisas vivas.

Dentro da visão Holística , é inadimissivel supor que a numerologia possa analisar uma pessoa tomando como base aspectos negativos ou destruitivos , o máximo que podemos admitir são os VíCIOS , ou seja condutas inadequadas que no decorrer da vida a pessoa acostumou-se com atitudes de pensamentos .

Aristóteles(*) distingue vícios e virtudes pelo critério do excesso, da falta e da moderação: um vício é um sentimento ou uma conduta excessivos, ou, ao contrário, deficientes; uma virtude, um sentimento ou uma conduta moderados.










6.1 TABELA DE TENDÊNCIAS



Número

VIRTUDE

EXCESSO

DEFICIÊNCIA

1

Coragem

Temeridade

Covardia

2

Prudência

Ambição

Preguiça

3

Prodigalidade

Esbanjamento

Avareza

4

Equilibrio

Zombaria

Rusticidade

5

Gentileza

Irritabildiade

Indiferença

6

Justiça

Inveja

Malevolência

7

Respeito próprio

Vaidade

Modéstia

8

Magnificência

Vulgaridade

Vileza

9

Temperança

Libertinagem

Insensibilidade

11

Amizade

Condescendência

Enfado

22

Veracidade

Orgulho

Descrédito próprio


Nas três aspectos de Virtude , Excesso e Deficiência , notamos uma concordância quanto à idéia de que, por natureza, somos seres passionais, cheios de apetites, impulsos e desejos cegos, desenfreados e desmedidos, cabendo à razão (seja como inteligência, no intelectualismo, seja como vontade, no voluntarismo) estabelecer limites e controles para paixões e desejos.


Tudo é dependente de tudo mais, tudo é conectado, nada é

separado. Portanto, tudo está indo pelo único caminho que

pode ir. Se as pessoas fossem diferentes, tudo seria diferente.

Elas são o que elas são, portanto tudo é como é."

-- G. I. Gurdjjeff



6.2 EXEMPLO

SINTE – SINDICATO DOS TERAPEUTAS -VOGAIS

A - 1 vez

E - 3vezes

I – 3 vezes

O –2 vezes

U – 1vezes

1(A) x 3

5 (E) x 3

9(I) x 3

6(O) x 2

4(U) x 1

3

15

27

12

4

3 + 6 + 9 + 3 + 4 = 25

6.2.1Aspectos Interiores ( NÚMERO DA ALMA) : 25 = 2+ 5 = 7
Número 7 - Valoriza o intelecto, racional, precisa de certo isolamento, busca o equilibrio.


SINTE – SINDICATO DOS TERAPEUTAS - CONSOANTES

S- 4 vezes

N-2 vezes

T-4 vezes

D-2 vezes

C-1 vez

R-1 vez

P-1 vez

1(S) x 4

5(N) x 2

2(T) x 4

4(D) x 2

3(C) x 1

9(R) x 1

7(P) x 1

4

10

8

8

3

9

8

4 + 1 + 8 + 8 + 3 + 9 + 8 = 41

6.2.2 Aspectos Exteriores ( NÚMERO DA PERSONALIDAE) : 41 = 4 + 1 = 5
Número 5 - Parece rebelde, irônico, atraente, provocativo


6.2.3 – NÚMERO GERAL – ANALISADO ( Alma + Personalidade ): 7 + 5 = 12 = 3

Número 3 - Aquele que é ligado a comunicação e as relações

6.2.4 DESTINO - ANALISADO ( Data de Nascimento) : 08/09/1992

8 + 9 + 1 + 9 + 9 + 2 = 38 =11

É o 1 que vê a si mesmo e deseja melhorar. Não quer ser apenas mera explosão, mas inspiração. Simboliza aquele que se coloca em evidência, mas desejando, com essa atitude, melhorar a si e aos que o cercam- através da inspiração, da determinação e da força interior manifestada.

6.3.4 NÚMERO DO SINDICATO ( Geral + Destino) = 11 + 3 = 14 = 5

Número 5 - Aquele que rompe e se necessário estabelece as regras e as questiona.




7.0 CONCLUSÃO

Quando compreendemos e aplicamos corretamente o código das letras e dos números, nos introduzimos numa relação direta e estreita com a inteligência subjacente do universo", afirmam Faith Javane e Dusti Bunker em seu livro La Clave Secreta de los Números (Martinez Roca).

Povos antigos já cultuavam a Numerologia como forma de autoconhecimento. Nos dias de hoje, constantemente, nos deparamos com os números. Fazendo compras , lidando com dinheiro, vencendo distâncias, telefonando, andamos de elevador. Todo o Universo está regido por números, conseqüentemente, as nossas vidas também.

Durante a nossa existência obtemos informações sobre nós e como estamos nos saindo por aqui. Quer seja através de um bom livro, um filme, um bate-papo entre amigos, uma voz interna que muitas vezes denominamos de "palpite", um processo psicoterapeutico (o de terapia de vidas passadas é um deles), um mapa astral, um jogo de tarot, uma escolha religiosa, enfim, qualquer coisa que nos chame a atenção. A Numerologia é uma dessas formas.

O objetivo da Numerologia é o de lançar luz sobre muitas facetas do comportamento humano. A ciência dos números é uma ferramenta prática que ajudará a lidar com seus problemas relativos a amor, ao sexo, ao casamento, a carreira e ao dinheiro. Mais importante ainda, você poderá adquirir conhecimentos a respeito do seu futuro, e terá mais facilidade para orientar suas energias no sentido de realizar o seu potencial. A partir de hoje, você saberá a força do seu nome, a vibração que você transmite e recebe ao conhecer esta ciência maravilhosa e a harmonia e equilíbrio que os números trazem no dia a dia.

Ela nos traz informações sobre nós e por que aqui viemos. Um nome é um mantra, uma evocação. Pronunciar uma palavra é invocar um pensamento. Somos feitos de pensamentos, palavras e obras, e baseada nesse conceito, a Numerologia visa aprimorar a(s) vida(s) , procurando afinar as vibrações entre seu nome e data de nascimento.

Finalmente , para que possamos lidar bem com nosso nome , não é necessário nenhuma alteração, pois nada pode ser mais depreciativo quanto ao verdadeiro potencial da numerologia que a idéia segundo a qual mudar de nome, ou uma letra do mesmo, vá operar mudanças (em geral milagrosas) na personalidade e no destino de alguém. Isto é tapar o sol com a peneira, criar castelos de areia que são facilmente destruídos ao menor sinal de vento ou tempestade. É óbvio que a numerologia não serve para operar milagres, e que a mera modificação do nome não causa efeito algum, positivo ou negativo, na vida de ninguém.

Desta forma, a crença na mudança de nome como fator de melhoramento pessoal é exatamente isto: uma crença. E a crença é vizinha da superstição, e irmã da auto-indulgência. Po isso se quer orientar uma pessoa ou mesmo para seu uso pessoal a mudança pode ser feita através da assinatura , que para um Terapeuta Holístico , soará como obvio ;

Assinaturas finalizadas para baixo , cortando , aglomerados de letras , ponto no final , são indicativos de como a pessoa se sente em relação a sua vida , ou seja o interior que se manifesta . A orientação mais adequada para uma pessoa esta fundamentada meramente em sua crença no processo, não o processo em si. Em outras palavras, pode ser uma ferramenta para que a pessoa analisada possa descobrir seus potencias, através do simbolismo cultivado diariamente.



BIBLIOGRAFIA

VIEIRA Filho, HENRIQUE – Tutorial – Terapia Holística – Edição 2002 – Sinte-Sindicato dos Terapeutas

JUNG, C.G. - O homem e seus símbolos, Rio de Janeiro, Editora Nova Fronteira, 1993, 12.Edição

JUNG, C.G - Tipos Psicológicos - Zahar Editores - RJ - 1980

HEYSS, Johann Que E Numerologia, O 2004 Editora: BEST SELLER

WESTCOTT, W. WYNN – Os Números Ed. Pensamento - 1987

CHAUI, Marilena -Convite à Filosofia - Ed. Ática, São Paulo, 2000.

ARISTOTELES, Problemata, vol.3, (org. P. Louis), Paris, Les Belles Lettres, 1994.

LIBERATO Aparecida , JUNQUEIRA Beto - Poder Que Vem Do Seu Nome SEXTANTE Edição: 2005

HITCHCOCK, Helyn - A MAGIA DOS NÚMEROS AO SEU ALCANCE - Pensamento. 1997

Brignol, Fausto Texto extraído do site www.numero-logos.s2w.com.br - 2006

MASSIMI, Marina - Revista Virtual Cictsul - Teoria dos Temperamentos - Gráfica 2000 – Lisboa site www. triplov.com /atalaia

CAMILO, Denise – CAMPELO Francisco- site : www.visãoholistica.com.br /Editoria: José Ramos dos Santos – 2006







ANEXOS COMPLEMENTARES

EXTRAIDO DO SITE : www.vestibular1.com.br

POVOS MESOPOTÂMICOS

Mesopotâmia é uma palavra de origem grega que significa “entre rios”. Na Antigüidade, deu-se o nome de Mesopotâmia à região compreendida entre os rios Tigre e Eufrades, que nascem nas montanhas da Turquia e desembocam no Golfo Pérsico. De maneira geral, a antiga Mesopotâmia corresponde ao atual Iraque.

A Mesopotâmia apresentava duas regiões bastantes diferenciadas: uma montanhosa e árida localizada no norte, e outra localizada no sul, onde as cheias periódicas dos rios Tigre e Eufrades fertilizavam os vales, possibilitando o desenvolvimento da agricultura.

Na Mesopotâmia estabeleceram-se vários povos que deram origem a grandes civilizações: sumérios, amoritas, assírios e caldeus.

CALDEUS: O Novo Império Babilônico

Com os caldeus, A Babilônia recuperou seu resplendor. No reinado de Nabucodonosor, o Novo Império Babilônico atingiuseu apogeu. Suas terras se estendiam por quase todo o Oriente Médio, limitando-se com o Egito.

A Babilônia enriqueceu-se e embelezou-se com grandes obras publicas, como os até hoje famosos jardins suspensos construídos por Nabucodonosor, tornando-se a mais notável cidade do Oriente .

Em 539 a.C. a Babilônia foi conquistado pelos exércitos dos persas. A vitória foi facilitada pelo apoio dos sacerdotes e comerciantes babilônicos, que se aliaram aos invasores em troca da manutenção de seus privilégios.

SOCIEDADE E ECONOMIA

Independentemente dos povos que ocuparam a Mesopotâmia, podemos generalizar e dividir a sociedade, nos diferentes, em: classes privilegiadas (sacerdotes, nobres, militares e comerciantes) e não-privilegiadas (artesãos, camponeses e escravos).

No topo dessa organização socialestava o rei, considerado como representante de um determinado deus na Terra.

As classes privilegiadas os altos cargos públicos e monopolizavam o poder, a riqueza e o saber. Viviam ricamente da exploração do trabalho das massas não-privilegiadas.

Na Mesopotâmia as terras cultiváveis pertenciam aos deuses; por isso a maior parte delas era propriedade dos templos e dos governantes.

Essas terras eram entregue aos camponeses para o cultivo de cevada, trigo, legumes, árvores frutíferas como a macieira, o pessegueiro, a ameixeira, a pereira e, principalmente, a tamareira. Pelo direito de cultivar o solo os camponeses eram obrigados a entregar aos sacerdotes parte do que produziam.

Como grandes proprietários e grandes exploradores do trabalho dos camponeses, artesãos e escravos, os sacerdotes acumulavam grandes fortunas.

Além de serem explorados em sua mão-de-obra pela elite latifundiária, os camponeses e os escravos eram obrigados a trabalhar coletivamente na construção de obras hidráulicas e de obras públicas.

CULTURA

1.2 Artes, Escrita e Ciências

A principal arte da antiga Mesopotâmia foi, sem dúvida, a arquitetura, principalmente voltada para a construção de templos e palácios.

Os templos, chamados zigurates, possuiam na parte superior uma torre piramidal de base retangular, composta de vários pisos superiores. Provavelmente só os sacerdotes tinham acesso à torre, que tanto podia ser um santuário como um local de observação de astros.

A pintura e a escultura eram artes decorativas. Retratavam principalmente temas religiosos e guerreiros e embelezavam o interior dos templos e palácios, com destaque para baixos-relevos para assírios.

Os mesopotâmicos utilizavam a escrita cuneiforme criada pelos sumérios. Essa escrita, como as demais, é uma extraordinária fonte histórica, pois, através da leitura das plaquetas que chegaram até nós, podemos conhecer parte das leis, da literatura, das criações científicas, das práticas comerciais e religiosas e do comportamento social dos povos que viveram entre os rios Tigre e Eufrades.

Os babilônicos acreditavam na existência de uma relação entre os astros e o destino dos homens, e, por isso mesmo, a astronomia era sua ciência predileta. Eles foram os primeiros a fazer a distição entre planetas e estrelas, a observar várias fases da Lua, os eclipses e etc. Criaram os sígnos do zodíaco, dividiram o ano em 12 meses, a semana em 7 dias e o dia em 12 horas duplas.

Foram também os principais responsáveis pelo desenvolvimento da matemática.

    14









Copyright © por SINTE - Sindicato dos Terapeutas Todos os direitos reservados

Última atualização:
2007-05-29 16:33
Autor: :
SINTE SINDICATO DOS TERAPEUTAS
Revisão:
1.0
Avaliaçãoo mídia: 3.78 (9 Votos)

Não pode comentar este artigo

Chuck Norris has counted to infinity. Twice.