A RADIESTESIA, A RADIÔNICA, A GEOBIOLOGIA E A HARMONIZAÇÃO DOS AMBIENTES À DISTÂNCIA


A RADIESTESIA, A RADIÔNICA, A GEOBIOLOGIA E A HARMONIZAÇÃO DOS AMBIENTES À DISTÂNCIA  

Muriaé(MG)

Maio/2011 

NILMA GLÓRIA BRAGA SIQUEIRA

CRT 30758 TERAPEUTA HOLÍSTICA 

SINTE - SINDICATO DOS TERAPEUTAS - Holística 2011 

              "Podemos aprender a sabedoria através de três métodos: primeiro, refletindo, o que é mais nobre; segundo, por imitação, que é o mais fácil; e terceiro, pela experiência, que é o mais amargo".

(CONFÚCIO) 

              Dedico este estudo aos incansáveis que na sua eterna pesquisa pensam que descobriram alguma coisa. Agradeço a Deus pela vida e pela consciência que tento centrar em mim. Ao SINTE pela oportunidade de externar minhas pesquisas e as minhas filhas pela paciência em tentarem me entender e me ajudarem. 

SUMARIO 

1- Introdução             07

2- Material e metodologia                    08

2.1- Material empregado          08

2.2- Métodos realizados                                                                       08

3- Vibrações energéticas do planeta terra                  09

3.1- Esferas            10

3.2- Micro e macrocosmos          10

3.3- Luz            10

3.4- Trevas                                                                                         11

4- Linhas HARTMANN           12

5- Linhas CURRY            13

6- Polaridades            14

6.1- Centros energéticos de ambientes        15

6.2- Drenagem           15

6.3- Capacidade vital - vibrações em ANGSTRONS                         15 

7- Como proceder para harmonização                  15

7.1- Impregnação            15

7.2- Desimpregnação          16

7.3- Remanência                                                                                  16

8- Paralelo entre Geobiologia e Feng Shui                                                     17

9- Exemplos de sucesso           18

9.1- Procedimentos a observar                                                            19

10- Resultados                                                                                                20

11- Discussão                                                                                                  20

12- Conclusão                                                                                                  21

13- Referências bibliográficas                                                                      23 





RESUMO 

O importante desta vida é nunca se cansar de pesquisar, procurar descobrir caminhos novos, se não para os outros, pelos menos para aquele que procura e é por este caminho novo de HARMONIZAÇÃO DE AMBIENTES, aqui entendido como pequena área como a própria casa de morada, ou grandes áreas como um sítio ou fazenda, que resolvi me aventurar, visto que muitos clientes meus demoram mais a se harmonizar pelo simples fato de estarem em ambientes desarmonizados e isto pode e deve ser mudado, bastando boa vontade, estudo, ação e a ajuda da Radiestesia e Radiônica. Os gráficos da Radiônica e o rodar do pêndulo, seja no sentido anti-horário para tirar energias negativas, seja no sentido horário para colocar energias positivas, fazem acontecer resultados esplendorosos. 

  1. INTRODUÇÃO

Geralmente, por volta dos sete anos de idade, diz-se que chegamos à "idade da razão", é quando começamos a perceber a realidade do mundo à nossa volta, e a medida que vamos vivendo e estudando, esta realidade vai se ampliando e nossa consciência sendo gradualmente alterada com a expansão, pressão energética e com as vibrações mais sutis. Além disso percebemos e assistimos muitas mudanças em nossos sistemas sociais, comerciais, industriais, religiosos e institucionais.

Há  muito mais o que se descobrir no universo porque o que conseguimos ver e observar não passa de 3% e os 97% restantes permanecem ocultos para nós. Por isso, é importantíssimo o pesquisar, descobrir algo para melhorar o interior e o exterior. É necessário equilíbrio e harmonia para se ter uma vida plena de alegria e abundante de saúde. A nossa plenitude e força interior dependem das forças e energias da natureza, água, florestas, terra com todos os seres vivos visíveis e invisíveis.

O ritmo de nossa vida espiritual, profissional e amorosa depende dos ritmos de nossa Mãe Natureza. Isto nos leva a estudar um pouco sobre ela. Nossa pele, ao contrário da maioria dos animais, ditos irracionais, não apresenta nada que a cubra como pelos espessos, couro, penas, nada. Por isso, a importância da proteção da "CASA". Nossa casa é nosso refúgio, nosso aconchego, nosso lar. Refletindo sobre este habitat chegamos à seguinte reflexão: o que torna uma casa doente, atraindo azar, brigas frequentes, traições, suicídios, maus negócios e acidentes? O que torna os lugares densos, os consultórios sem clientes, as lojas sem fregueses? O que causa a compulsão pelo uso de drogas e alcoolismo? E tal pedaço de estrada ser palco de frequentes acidentes com vítimas fatais?

Há  estudos comprobatórios de que a maior parte das causas destes desconfortos todos são as energias negativas que fluem do subsolo, que entrelaçam no ar, que passam por nós, por nossas casas e terrenos, sítios, fazendas, deixam aquele desequilíbrio e nem percebemos. Neste estudo, vamos aprofundar um pouco sobre isto.

Mas para que esta harmonização chegue é preciso que permitamos nossa conexão pessoal com o fluxo de bem-estar e com tudo que é absolutamente bom. A vida está sempre fluindo para você e através de você. O equilíbrio vibrátil consciente é nosso objetivo. 

2- MATERIAL E METODOLOGIA  

2.1- Material empregado

  • Plantas das casas;
  • Mapas dos terrenos;
  • Gráficos de Radiônica;
  • Pêndulos;
  • Cristais

2.2- Métodos realizados

Harmonização dos ambientes a distância usando os mapas e plantas baixas de casa.

Quando um cliente está apresentando dificuldade de harmonização, mesmo nós terapeutas estando empenhados nisto, fazendo o melhor que podemos, notamos que o que está ocorrendo é uma desarmonia na casa deste cliente. Para termos sucesso neste processo, é necessário, portanto, partir para o estudo da casa dele. Para isto, é necessário trazer a planta baixa e nela vamos analisando junto com o cliente os pontos básicos:

  • Onde está sua cama?
  • Sabe onde passa a rede de esgoto?
  • E a parte hidráulica?

Anota-se tudo na planta baixa e, a partir daí, vamos também pesquisando com o pêndulo:

  • Onde estão as linhas negativas?
  • Onde se cruzam?
  • Quais os pontos positivos e negativos?

Depois de analisar tudo isto e marcar na planta, vai se proceder ao desbloqueio dos pontos negativos, com rotações do pêndulo primeiro no sentido anti-horário e depois no sentido horário, quantas vezes for necessário.

Coloca-se a planta em cima de um gráfico da Radiônica que pode ser: Pantáculo, Escudo Protetor, Losango solar, Turbilhão com sol, Estrela (Pentagrama), ou outro que o pêndulo indicar.

Nos pontos negativos coloca-se um cristal durante o tempo que o pêndulo determinar, geralmente um ou dois dias.

Quanto à cama, coloca-se a cabeceira no sentido do Norte da Terra e se não for possível, coloca-se um gráfico voltado para o Norte debaixo da cama e energiza-se este gráfico com rotações do pêndulo pelo menos duas vezes por semana.

Se for para estudar um terreno como lote urbano, ou sítio, ou fazenda, procede-se da mesma maneira:

  • Verificar onde estão as linhas de energia;
  • Onde estão os pontos positivos e negativos que é a polaridade;
  • Onde as linhas se cruzam?

Feito este estudo, marcamos os pontos, vamos pendular em cima, primeiro no sentido anti-horário para retirar as energias negativas, depois no sentido horário para colocar energias positivas, tantas vezes ou tantos minutos indicados pelo pêndulo e colocar os cristais nos pontos negativos para maior êxito e inverter a polaridade.

Pode-se também fazer o estudo da casa, ou terreno, "in loco" com o dual-rood para captar as radiações negativas, mas é muito difícil devido as grandes distâncias, por isso, prefiro fazer nos mapas e plantas porque as radiações não têm fronteiras. 

3- VIBRAÇÕES ENERGÉTICAS DO PLANETA TERRA 

A crosta planetária da terra é formada por partículas antes existentes na esteira horizontal solar, que se aglomeraram em uma de suas faixas magnéticas e se posicionaram na elíptica solar. As partículas se uniram de tal modo que geraram um grande atrito e se fundiram, tornando-se um núcleo com grande calor e uma pressão em direção à periferia e por estar em constante rotação, se resfria quando em oposição ao sol e se condensa, tornando-se a base da crosta em formação.

Esta rotação faz receber a energia positiva do sol e a energia negativa do núcleo, obtendo como resultado, um ponto neutro que é a faixa que envolve o núcleo formando a crosta. A parte que é aquecida pelo sol libera grande quantidade de gases e a que não é aquecida libera os gases pelo calor do núcleo.

A estabilidade da Terra girando se deve ao equilíbrio do peso de sua massa e a faixa magnética em que ela se encontra em torno do sol.

A água é o elemento catalisador e homogeneizador dos elementos. A água é portadora e condutora do fluido vital, compatível ao sangue em um organismo humano. É vital tanto na superfície quanto nas entranhas da Terra. O planeta Terra é um organismo vivo, com todos os seus elementos e forças.

3.1- Esferas

Tudo o que existe no Cosmos tem como modelo matriz as esferas. Todas as energias são esferas que se movimentam, se interagem, se aglomeram formando planos dimensionais diversos que existem no infinito.

Tudo se movimenta no sentido circular formando novas esferas que passam por transmutações e formam cadeias que se expandido e encontrando outras de polaridade oposta, se juntam, formando um sistema com forças equilibradas entre si, fechando em ciclo, que estará sujeito a outro ainda maior.

As esferas são alimentadas por outras já formadas e possuem suas características próprias.

Todos somos formados pelas esferas, somos únicos e alimentados pela mesma essência primordial em suas constantes mutações.  

3.2- Micro e macrocosmos

Há  uma correlação entre tudo no universo. O Microcosmos é igual ao Macrocosmos, aquilo que está em cima é como aquilo que está embaixo. Semelhança entre o superior e o inferior, porém em lados diferentes.

O movimento da galáxia está correlacionado com o movimento do átomo.

Os desequilíbrios estão correlacionados com os organismos desarmônicos.

Os átomos dos corpos têm correlação na estruturação de suas matérias. Se não houvesse tal correlação, não haveria matéria. Vemos essa vibração pela movimentação das energias que comandam o espaço eletromagnético, propriedade etérico, invisível aos nossos olhos e aparelhos físicos.

Os mundos etérico e eletromagnético são os responsáveis pelos comportamentos dos átomos dentro da matéria, proporcionando-lhes as devidas características.

Observar a matéria sem considerar sua base etérica e eletromagnética é  não compreender seu fundamento e não saber o que ela é. 

3.3- Luz

A luz que é percebida pelos sentidos pertence aos corpos celestes de natureza polarizada e que é resultado de cruzamento de partículas energéticas que se cruzam em vórtices de velocidade crescente e promovendo dois movimentos distintos que são causados pela subdivisão das partículas em alta frequência microcósmica.

É o que gera a luz, que se expande em movimentos opostos em todas as direções, gerando assim o movimento macrocósmico, por isso é que a luz está em toda parte. É uma energia de grande potencial eletrônico que faz vibrar qualquer substância que a reflita, passando de invisível a visível aos sentidos.

O reflexo da luz nas partículas que formam outras substâncias causa o fenômeno conhecido como refração e tudo tem partículas, a luz é refletida em qualquer lugar, em qualquer direção, no universo todo. As Escrituras falam que Deus é luz e possui mil faces porque reflete nos dois sentidos, de fora para dentro e de dentro para fora, e é nos cruzamentos dos raios que derivam todos os corpos celestes no espaço infinito.

Cada cruzamento entre os raios formará partículas diferenciadas que, por sua vez, preencherão todo o espaço que existe no quadrante em que se encontram, formando assim uma espécie de malha entre partículas menores, com partículas maiores, entre planetas e sóis e entre sistemas em escala infinita, até encontrarem finalmente consigo mesmas, portanto, despertando em si a consciência de que existe, por ser parte de um único sistema, e que existe porque é composto por alguma espécie de matéria e que esta matéria é composta de partículas de luz e energia. 

3.4- Trevas

Onde não há luz há treva. A luz cria os sistemas e as trevas dissolvem e renovam os sistemas obedecendo à lei dos ciclos: nascer, crescer, memorizar e transformar.

A treva e a luz jamais se misturam porque se extinguem. A luz tem polaridade positiva e a treva, negativa. A luz é um ponto que se expande e se dobra procurando o outro lado negativo, formando, portanto, uma esfera que torna a se expandir e formar novas esferas e tudo que existe, acabando com as trevas e neste centro é gerado um sol que impulsiona o crescimento constante.  É o ser e o não ser.

As trevas são um "nada" enquanto não polarizar com a luz, é uma energia em potencial. E o nada é o limite entre o que existe e o que está por existir. Muito há de se estudar para se obter maiores esclarecimento sobre as diversas frequências da luz, sobre como aproveitar a energia contida no próprio ar, ou no éter, promovendo a aceleração de elétrons sem o emprego de força motriz. As trevas darão lugar à luz com a evolução dos sentidos e da inteligência humana. 

4- LINHAS HARTMANN 

As Linhas HARTMANN são quadriculados telúricos, comprimidos em malhas que encontram-se por toda a superfície da Terra. Na década de 50, o Dr. Ernest Hartmann descobriu uma rede energética que é responsável por um fenômeno conhecido como "tensão geopática" que pode provocar, quando em desequilíbrio, vários outros desequilíbrios na pessoa deixando esta pessoa desequilibrada em diversos aspectos.

As nocividades do magnetismo terrestre são carregadas por estas linhas conhecidas como "linhas Hartmann". As linhas Hartmann se cruzam, formando como uma rede, uma grade, em volta da terra e não são fixas, são flutuantes, sendo assim, de dimensões relativas. Há variações de um lugar para outro. Indo na direção do Equador, estas distâncias aumentam. Vejamos: 1,80 m a 2,30 no sentido NORTE/SUL; 2,50 m a 3,20 no sentido LESTE/OESTE.

As linhas Hartmann se intensificam a cada 9 m. Também elas se cruzam e este ponto de cruzamento é chamado de Ponto Geopático. Ao todo, são conhecidos 4 cruzamentos por retângulo.

Para se ampliar os conhecimentos destas linhas sobre o solo, foram necessários muitos estudos de cientistas de diversas áreas, como Geofísica, Hidrologia, Geobiologia, Microbiologia e Bioeletrônica. Esses geobiologistas estabeleceram relações estreitas entre a presença das ondas nocivas e seus efeitos sobre o ser vivo.

"Se um bebê for colocado num berço sobre uma linha Hartmann, ele chorará feito louco! Quando você muda o berço de lugar, o bebê para de chorar" (Dr. HARTMANN).

Certa vez, um cavalo foi colocado em cima de uma linha Hartmann, toda noite. Um ano depois, ele estava cego.

Observação: falhas geológicas, veios d'água, redes de esgoto, podem intensificar o efeito nocivo de uma zona geopática.

Ao aproximarmos a mão de uma linha Hartmann, podemos no campo, sentir cócegas ou quase uma câimbra que sobe pelo braço e vai incomodando.

RESUMO DA REDE HARTMANN

  • Envolver a terra;
  • Padrão: rede de pescador;
  • Fluxo do Sul para o Norte e do Oeste para o Leste;
  • Medidas: têm em torno de 50 cm de largura, altura de 18 a 108 metros. Por penetrar tudo em seu caminho, até os moradores de um último andar de um prédio são afetados por ela. As linhas são mais intensas à noite, mas não se detectam em noites de lua cheia. Sua intensidade é maior no verão do que no inverno.

Variações já estudadas na apresentação da Rede Hartmann:

    1. A meteorologia;
    2. A natureza do solo;
    3. O clima;
    4. A irradiação cósmica;
    5. As induções artificiais geradas pela indústria no ar e no solo.

5- LINHAS CURRY 

Dr. Curry, pesquisador, médico e investigador alemão, começou a estudar as Redes Hartmann e chegou à conclusão de que havia também as linhas diagonais entre as linhas paralelas estudadas por Hartmann. Chamou estas diagonais de Linhas CURRY e pelas pesquisas constatou que elas são mais nocivas que as outras. A parte mais forte são os pontos de cruzamento que possuem efeitos de carga ou descarga.

A Rede Curry tem uma frequência vibratória mais baixa que a Rede Hartmann e age no psiquismo humano de uma forma ativa e determinante. A polaridade "positiva" nos traz a sensação de conforto, a polaridade "negativa" afeta o nosso estômago com frio e desconforto muito forte. Os raios telúricos que formam a rede Curry (0,50 m) são alternadamente positivos e negativos e seus pontos de cruzamento também o são.

As casas podem matar?

"Sua casa é cercada por múltiplos campos de energia; você é separado de sua casa, sua casa tem vida, tem consciência" (DENISE LINN).

Existem muitas casas e apartamentos que prejudicam, e muito, quem reside nelas. Isto, por quê? Podem ser várias causas, como pedras, paredes, radiações telúricas, raios cósmicos e todo e qualquer tipo de influências específicas dos materiais agregados que podem gerar "ondas de formas", remanescências de antigas maldições registradas em suas paredes, ou terrenos. Estas e outras causas podem fazer de sua casa uma inconveniência para você.

6- POLARIDADES 

Em tudo o que existe há dois polos: o positivo e o negativo e isto é a Lei das Polaridades existentes dentro da energética. Um núcleo divide seu espaço esférico com a sua devida contraparte e isto gera as polaridades positivo-negativo (+ e -), sendo que isto gera uma linha alternada em um eixo horizontal que chamamos linha do Equador, esta linha é chamada de Zona Neutra.

A Lei da Polaridade estabelece as ordens de comportamento dos átomos das substâncias que compõem a matéria. É a Lei de Sustentação da matéria, onde o Duplo Etérico interage nos campos eletromagnéticos. É a composição dos pólos em qualquer objeto criado, desde os homens, animais, plantas, etc. A dualidade é igual à polaridade, onde a criação sustenta as forças opostas fundamentadas na formatação das substâncias e circunstâncias da vida.

Quanto às pessoas, elas não são igualmente polarizadas. Segundo Frei Benoit Padey, a polaridade humana depende menos de um estado nervoso que de um estado anatômico. Segundo este estudioso, se a espinha dorsal estivesse mais simétrica, ele perceberia mais as radiações e polaridades.

Método de René Lacroix para saber as polaridades humanas valendo-se de um pêndulo neutro:

Mulher - polaridade normal - girações no dorso da mão direita e palma da esquerda; oscilações no dorso da mão esquerda e palma da mão direita.

Homem - polaridade normal; oscilações no dorso da mão direita e na palma da mão esquerda. Girações no dorso da mão esquerda e palma da mão direita.

Como se vê, a polaridade feminina é o inverso da masculina.

Existem também as polaridades invertidas. Se uma mulher tem polaridade invertida, ela não se dará bem com um homem normal, só com um de polaridade invertida. Assim: + x + = + ou - x -  = + e inversamente: - x + ou + x - = -

Isto também existe nos terrenos e nas casas. É preciso saber os pontos de polaridades. Quais os pontos negativos quais os pontos positivos no solo e depois de determinar pelos mapas e plantas, vai se colocando energias com rotações do pêndulo. Se tem energia negativa, roda-se o pêndulo anti-horário e aí vai se tornar positiva. Se é um ponto positivo, roda-se o pêndulo no sentido horário, vai-se potencializar esta energia positiva. 

6.1- Centros energéticos de ambientes

Em todos os ambientes há os centros energéticos. São os chackras da terra, estes pontos, onde a energia é mais atuante. Por isso, através da polaridade, determinando os pontos negativos e positivos e equilibrando-os com as rotações do pêndulo e colocando estes mapas e plantas da casa em cima dos gráficos de Radiônica, vamos harmonizando os ambientes, tornando-os mais agradáveis, saudáveis para se viver e mais comerciais também.

Se você estiver pensando em se mudar para uma casa ou apartamento novo, verifique com o pêndulo a polaridade: negativo-positivo do local e veja se é bom para você e sua família tal mudança. Pergunte ao pêndulo: Em uma escala de 0 a 10, devo morar no endereço X? Um 9 ou um 10 indica um lugar positivo para se viver. O campo energético das pessoas é diferente, das casas e apartamentos também. Se não há compatibilidade, você não mudando, poupa tempo, energia e dinheiro. 

6.2- Drenagem

É necessário determinar os pontos de drenagem que são pontos de coletar água de chuva, a boca aberta do universo, não mexer. 

6.3- Capacidade vital - vibrações em ANGSTRONS

Os pontos energéticos vibram positivamente depois de equilibrados. Então marca-se no mapa ou planta quais os pontos de maior vibração energética na escala de ANGSTRONS e se liga com o lápis os pontos mais energizados aos pontos menos energizados para um maior equilíbrio do ambiente. Esta vibração energética é um meio de prevenção de aparecimento de desequilíbrios aumentando a qualidade dos solos. 

7- COMO PROCEDER PARA HARMONIZAÇÃO 

Há  vários métodos para se harmonizar casas e terrenos. Eu uso o método das rotações do pêndulo, além dos gráficos e cristais. 

7.1- Impregnação

Impregnar é o conjunto de radiações de um corpo que pode se implantar em outro. Os corpos metálicos e os radioativos possuem o maior poder de penetração pelas suas radiações. Pode também este fenômeno não se realizar devido à neutralidade de um dos corpos em contato, sendo o suporte em particular.

Quando se está trabalhando num mesmo ambiente, numa mesma mesa ou cadeira, mudando-se apenas os corpos pode acontecer a impregnação.  São muitas as circunstâncias que ocasionam a impregnação dos objetos nessas circunstâncias de manipulações, e isto pode levar o operador a erros. 

7.2- Desimpregnação

A fim de evitar os erros causados pela impregnação, é necessário que seja feita após cada operação ou experiência, e antes de iniciar outra, a desimpregnação dos objetos possivelmente impregnados. Para isto, empregam-se meios tirados do magnetismo: sacudir com energia as mãos, dirigindo os dedos para o chão, soprar neles, fazer fortes aspirações profundas, tocar o chão com a mão que sustenta o pêndulo e friccionar as mãos uma na outra; colocar durante alguns instantes o pêndulo em contato com o chão. Valer-se de um bastão de enxofre como corpo aspirador de ondas residuais.

Para descarregar um lugar, uma mesa, uma sala, emprega-se com êxito o giro do pêndulo em sentido horário muitas vezes, onde o dual-rood assinalou que existem energias desarmônicas.

Se você trabalha com mapas e planta baixa de residência, é  recomendável colocar três folhas de papel em branco entre elas para não haver impregnação de umas energias em outras. E quando for começar o estudo de cada uma delas, perguntar ao pêndulo se tem impregnações de outro ali. 

7.3- Remanência

As radiações dos corpos se dirigem de todos os lados e em todas as direções, sem, contudo, se misturarem porque se assim não fosse não teríamos a possibilidade de sua captação, mas estas radiações não deixam de impregnar os objetos ou outros corpos com que, mesmo por um certo espaço de tempo, se acham em contato. Essa impregnação conserva-se por algum tempo e em função da massa do corpo depositado e da duração do contato. Então, quando se retira o objeto ou o corpo, há a "remanência", devido à impregnação do suporte, remanência que permanece durante quanto tempo durar a impregnação, que pode ir de meia hora até algumas horas seguidas.

Assim, durante este período, pode ocorrer captação do corpo que estivesse aí, e se colocado outro corpo, pode-se confundir umas com outras, as radiações. Para evitar confusões, há de se desimpregnar o lugar, o suporte e as mãos do operador, depois de um estudo e antes de outro. Para saber se existe a remanência, coloca-se o pêndulo acima do mapa e não precisa perguntar nada, o pêndulo para se há remanência e se não há, ele gira, então pode-se começar o estudo. 

8- PARALELO ENTRE GEOBIOLOGIA E FENG SHUI 

Muitas são as pessoas que podem achar que a Geobiologia e o Feng Shui são muito parecidos e até mesmo iguais. Porém com esse paralelo, podemos analisar que possuem suas peculiaridades, mesmo com alguns objetivos que possam ter semelhanças.

A Geobiologia estuda as formas de contaminação do equilíbrio de vida humana, como radiações cósmicas e gases emanados do solo. Como não poderia deixar de ser, ela se preocupa com o efeito exercido pela explosão tecnológica que vivemos nos últimos anos e que hoje é seu maior campo de pesquisa. Um de seus principais objetivos é, portanto, investigar quais são os custos, além dos monetários, que estamos pagando pelo "conforto" advindo dos novos aparelhos e usos da eletricidade e das radiações de microondas, bem como dos materiais de construção modernos. O que se busca é a utilização saudável dessa tecnologia.

Pode-se traduzir literalmente a expressão Feng-Shui como Vento e Água. Esses dois elementos representam a interação, o caminho e o movimento da energia vital nos ambientes a serem estudados. Sendo o que o vento transporta e a água armazena a energia vital.

O Feng Shui estuda a distribuição dos objetos no ambiente, além da disposição, do arranjo, da estruturação, da cor e da forma das estruturas arquitetônicas. Ao indivíduo é permitido fazer arranjos ideais, no tempo e no lugar ideais, a partir da perspectiva do folclore, do talento artístico e da crença religiosa. Portanto, o principal objetivo do Feng Shui é expelir a negatividade e dar passagem ao que é favorável, ao mesmo tempo que alcança um estado de longevidade e prosperidade.

Embora ambas as ciências busquem um objetivo em comum, que é tornar um ambiente harmonioso e saudável, sua meta é sempre equilibrar o Céu e a Terra, gerando, assim, um canal de manifestação da vida. No princípio ambas logravam com facilidade esta façanha, mas, a Geobiologia focou mais a Terra e o Feng Shui se sintonizou mais com o Céu, de modo que, hoje, podem ser consideradas ciências complementares.

O trabalho da Geobiologia ganha mais movimento e suavidade quando acompanhado por uma boa consultoria de Feng Shui, ao passo que uma harmonização feita seguindo os parâmetros chineses se beneficia de solidez e ancoramento quando complementada por uma prospecção geobiológica. Fazendo uma comparação grosseira, é como se a Geobiologia estivesse para o Feng Shui assim como a Engenharia está para a Arquitetura.

Através da Geobiologia, o fluxo do Chi é aumentado e dinamizado em um local e, logo depois pode ser otimizado e trabalhado pelo Feng Shui na forma dos Cinco Movimentos da Energia. Terra, Fogo, Metal, Água e Madeira são aspectos da energia Chi, composta pelo Yin e Yang que devem ser harmonizados e para isto são utilizadas as técnicas do Feng Shui. O ambiente estando assim harmonizado, pode acontecer de a pessoa que está ali, não sentir-se bem por causa do cruzamento específico de linhas e águas prejudiciais àquela saúde, portanto, é preciso buscar um ponto neutro dentro dessa área para a pessoa sentir-se em harmonia, tanto com o céu quanto com a Terra.

Nossa pesquisa é harmonização de ambientes e pessoas neste ambiente, por isso tentamos nos empenhar em descobrir como a Geobiologia e o Feng Shui podem se completarem sem se prejudicarem. E que tenhamos humildade suficiente para entendermos que não sabemos quase nada, é preciso muito estudo, pois estamos tratando de energias da Terra, da Pessoa e do Céu. 

9- EXEMPLOS DE SUCESSO 

a) Começaram a construir um shopping, onde passava um córrego, cujas águas estavam poluídas por descargas de esgotos in natura provindas de três bairros, canalizaram o córrego, tiraram a água das terras em volta, fizeram um ótimo serviço de dragagem das águas, e do local, deu muito trabalho. Resultado: ficou linda a construção, mas não agradou a ninguém, todas as lojas vendidas perderam o preço, houve muito prejuízo e nada ali ia para a frente, até que consultaram um especialista de energia que mandou colocar gráficos diversos nas lojas em locais pouco visíveis como porta dos banheiros e copas-cozinhas, também mandou instalar uma pirâmide no sentido Norte Sul no terraço. Só assim começaram a alugar as lojas e melhoraram o movimento.

b) Um terreno para ser vendido que não encontrava comprador, de jeito nenhum, apesar da boa localização e preço compatível com o mercado. Foi estudado e notou-se que logo no começo do terreno havia linhas negativas fortes o que não deixava ser vendido, loja nenhuma dava certo ali. Foi feita a harmonização com gráficos, pedras e rotações do pêndulo. Na outra semana já encontrou comprador, pelo preço certo.

c) Um sítio onde se construiu uma casa haviam cupins atacando as portas e janelas de madeira, mesmo estas sendo novas, tinham sido trocadas. Após estudo, constatou-se que as energias negativas atravessavam a casa em vários lugares. Procedeu-se a harmonização através dos gráficos, cristais, rotações do pêndulo e os cupins sumiram, não precisando mais trocar as madeiras.

d) Uma casa onde todos: pai, mãe e dois filhos viviam brigando sem motivo. Após estudo constatou-se que havia antes ali, onde agora é a cozinha, uma cisterna profunda e uma fossa, onde agora é o quarto. Muitos gráficos, cristais e rotações do pêndulo e a harmonia entre eles voltou a reinar. 

9.1- Procedimentos a observar

  • Telhados com forma positiva são aqueles que apontam para o infinito como uma pirâmide;
  • Telhados com forma negativa são os retos e convexos para baixo como um U;

Evite:

  • Fechar chaminés, nichos, orifícios de ventilações e todos os tipos de passagens feitas de alvenaria;
  • Construir um quarto ou uma sala em cima de locais que emitem ondas nocivas como cano de esgoto;
  • Muitos aparelhos no seu quarto, quanto menos, melhor;
  • Destruir a harmonia geométrica de seu telhado;
  • Morar em prédios antigos sem reformas;
  • Lugares onde o sol não penetre;
  • Evite áreas onde o nível de barulho ultrapasse os limites permitidos.


10- RESULTADOS 

Em todo estudo, é necessário, muitas vezes, a repetição das experiências para se proceder com exatidão a observação das radiações existentes em determinado lugar, portanto, um principiante pode enganar-se em uma primeira experiência, daí a importância da repetição. Observar bem para partir para a ação.

Em dez casos estudados com bastante firmeza e determinação, notou-se o seguinte resultado em:

  • Duas casas, a harmonia entre os familiares foi restabelecida;
  • Dois terrenos foram vendidos pelo preço certo e em pouco tempo;
  • Dois sítios foram harmonizados voltando a produzir mais café e milho;
  • Duas hortas produziram melhor e mais verduras;
  • Os cupins de uma casa acabaram;
  • O telhado de uma casa foi modificado e a dona conseguiu ficar livre de um desequilíbrio sério.

11- DISCUSSÃO 

Hoje sabemos que o que conhecemos é muito pouco em relação às energias. Energias que fluem abaixo de nossas casas, ao redor delas e dentro delas. As ondas de energia são invisíveis e estão presentes em todos os lugares. Algumas são benéficas e nos desarmonizam, são as ondas nocivas. Ondas nocivas são anomalias do subsolo, de correntes telúricas, ou de causas diversas, transmitidas por ondas portadoras igualmente propagadas pelo subsolo. Produzem danos no físico, psíquico, vitalidade, comportamento, humor, a sorte e o destino dos homens e mulheres viventes.

As emanações destas ondas nocivas podem ser de natureza elétrica, eletromagnética ou até radioativas. Os locais que sofrem a influência destas emanações conhecidos como "Zonas Geopáticas" devem ser evitados.

O homem é constituído por vários corpos sutis imersos em planos vibratórios. O funcionamento deste computador humano é um milagre de equilíbrio instável. Esta máquina mágica é gigantesca, portanto, é propensa a sofrer incidentes que podem tanto ser exteriores como interiores.

Nós não podemos frear o desenvolvimento tecnológico e achar que antes sem estas transformações é que era melhor de se viver. Vamos nos adaptar a este modo atual tomando algumas providências que nos protegem de extremas radiações dos aparelhos modernos:

  • A cama deve estar afastada dos aparelhos elétricos ou eletrônicos pelo menos 1,4 m, bem como não é aconselhável dormir com celular ou telefone sem fio sobre a cama;
  • Mudar constantemente de ouvido ao falar ao celular;
  • Sempre que possível, utilizar o celular, onde estiver correndo o ar;
  • Despluque os aparelhos da parede quando for dormir, se possível;
  • Dê intervalos quando no uso do computador;
  • Nos quartos, evite lâmpadas fluorescentes;
  • Se estiver a sua casa frente a um transformador de energia, na rua, não durma no quarto em frente para ele sem antes usar gráficos na janela ou cortiça nos vidros;
  • As plantas dentro e fora das casas atuam como ajudantes da harmonização;
  • As camas metálicas e colchões com molas favorecem a desarmonia e insônia.

Muitos desequilíbrios nas pessoas são devido a exposições variadas a campos eletromagnéticos pouco estudados, o que impulsiona a nós terapeutas maiores pesquisas e dedicação. 

12- CONCLUSÃO 

Pessoas harmonizadas em ambientes igualmente harmonizados é o nosso objetivo último e primeiro. Neste estudo nos dedicamos aos ambientes tanto pequenos quanto grandes e para se determinar o que é possível fazer precisamos usar da Observação e Prospecção.

A observação consiste em observar um terreno pelos indícios que a própria natureza oferece através dos vegetais e animais.

Vegetais: posicionamento das árvores e plantas inclinadas para uma determinada direção indicam que elas tentam fugir de uma zona bastante alterada, principalmente por cursos d'água subterrânea. Neste local, não se pode construir quartos e escritórios, só corredor e área de pouco movimento; é área ideal para um poço artesiano.

As hortaliças e as árvores que geram frutos delicados são muito sensíveis às radiações telúricas, deste modo quando existe uma concentração destes vegetais, aquela área tem grandes chances de estar relativamente equilibrada. 

Se existem ervas daninhas em um local indica alterações de subsolo exatamente abaixo delas. Ao se plantar algo e não crescer pode indicar uma zona de alteração geobiológica. Falhas geológicas provocam más formações nas árvores e muitas pragas.

Animais também nos indicam áreas específicas: os currais, no interior, são construídos onde o gado se reúne naturalmente para dormir e é  sabido que o cão busca lugares "bons" para dormir e o gato busca os "maus". Aqui, "bom" e "mau" é relativo. E para aproveitar-se estas linguagens, devemos utilizar o lugar do cachorro para dormir e do gato para cavar um poço, já que naturalmente se situa sobre um cruzamento de águas, podendo variar.

Onde existem abelhas, formigas e cupins indicam zonas de falhas e águas subterrâneas com cruzamento de rede bastante ativos, e a vitalidade terrestre está bem falha. Os pássaros, geralmente quando livres, costumam fazer seus ninhos em locais considerados livres e bons. Além da observação, também é necessária a Prospecção que é o estudo das linhas Hartmann e Curry, bem como as águas subterrâneas e as falhas geológicas.

É necessário estudar bastante os mapas, as plantas, selecionando os itens, um de cada vez, para assim que for determinado procurar através dos gráficos, das pedras e do girar do pêndulo, tentar harmonizar estes efeitos para se conseguir um equilíbrio razoável. Tudo isto sem preconceitos, porque se deixarmos os preconceitos agirem teremos a visão estreitada, as percepções diminuídas e as informações deformadas, ocasionando distúrbios.

Todos e cada um de nós possuímos esta capacidade de sentir as energias, o que precisamos é confiar em nós mesmos, termos perseverança sempre para alcançar as metas a que nos propomos, e aí seremos como os druídas antigos que só tendo sua percepção corporal, utilizavam-na de tal maneira acertada que conseguiam fazer fluir a energia sobre a Terra, utilizando grandes pedras em vários pontos e dinamizando com formas específicas (acupuntura da terra).

Urge que pesquisemos e trabalhemos para esta harmonização dos ambientes e da Terra porque o nosso tempo é hoje e agora! 

13- REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 

HICKS, E.; HICKS, J. O extraordinário poder da intenção. Rio de Janeiro: Sextante, 2008.

HOR, A. Universo - Como tudo começou. São Paulo: Robe Editorial, 2002.

NIELSEN, G. Além do poder dos pêndulos. 3.ed. Rio de Janeiro: Nova Era, 1988.

PIETRO, N.S. Feng Shui - Harmonia dos espaços. 5.ed. Rio de Janeiro: Nova Era, 2000.

PIRES, A. L; SAEZ, J. Geobiologia - A arte do bem sentir. São Paulo: Triom, 2006.

SAEVARIUS,E. Manual teórico e prático de radiestesia. São Paulo: Editora Pensamento, 2005.

VIEIRA FILHO, H. O microcosmo sagrado: O segredo da flor de ouro para a saúde e autoconhecimento. São Paulo: Lumina Editorial, 1998. 

Tags: ambientes, geobiologia, harmonizacao, Radiestesia, radionica, sindicato dos terapeutas, SINTE, terapia holística
Última atualização:
2011-06-03 10:01
Autor: :
NILMA GLÓRIA BRAGA SIQUEIRA CRT 30758 TERAPEUTA HOLÍSTICA
Revisão:
1.0
Avaliaçãoo mídia: 5 (5 Votos)

Não pode comentar este artigo

Chuck Norris has counted to infinity. Twice.