HOLOPUNTURA UNIDA À RADIESTESIA E RADIÔNICA


HOLOPUNTURA UNIDA À RADIESTESIA E RADIÔNICA




 

 NILMA GLÓRIA BRAGA SIQUEIRATERAPEUTA HOLÍSTICA – CRT 30758

 

 

 

“O sol brilha através do vidro e o fogo irradia calor através das paredes de um forno, contudo nem o sol passa pelo vidro nem o fogo pelo forno; assim, também, o corpo humano pode agir à distância, sem sair do lugar em que se encontra”.

(Paracelso)

 

 

 

A meus clientes que, sem as suas presenças,

eu não poderia ter trilhado esse caminho de terapeuta.

 

 

AGRADECIMENTOS

 

A Deus e às minhas filhas, Janira e Niara, que me animam com sua força; à minha mãe que, com seu jeito de ser, também me impulsiona para frente.

 

RESUMO

 

A HOLOPUNTURA deve ser aplicada a clientes presentes no consultório e o estímulo deve ser também aplicado “in loco” e considerando que muitos não se adaptam ao toque físico e outros querem ser consultados à distância, resolvi com os recursos da Radiestesia e Radiônica, traçar novas metas, abrir novos caminhos e partir para a experimentação com o uso do grafite, gráficos, pêndulo e desenhos dos pontos de alarme e dos meridianos estudados e também a observação e teste da aurícula para a descoberta dos pontos sensíveis referentes aos Cinco Movimentos Chineses, os quais se pressionados e neste estudo se coloridos, muito ajudam na harmonização total da pessoa. Com a Radiestesia unida à Holopuntura, há uma otimização para o equilíbrio holístico do ser como tal.

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO............................................................................................................7

1 MATERIAL E METODOLOGIA..........................................................................8

1.1 Material empregado..............................................................................................8

1.2 Métodos................................................................................................................8

1.3 Atendimento presencial........................................................................................8

1.4 Atendimento à distância......................................................................................13

 

2 EM DIREÇÃO À SIMPLICIDADE ESSENCIAL..............................................16

3 O CONFLITO ENTRE ENERGIAS E FORÇAS...............................................18

4 RESULTADOS.......................................................................................................20

5 DISCUSSÃO...........................................................................................................21

CONCLUSÃO............................................................................................................22

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS....................................................................23

 

INTRODUÇÃO

 

A HOLOPUNTURA, como já pudemos constatar, é de suma importância para a pessoa como um todo devido aos desbloqueios e conseqüente harmonização. A Holopuntura aliada à Radiestesia e Radiônica tem sua importância aumentada consideravelmente, visto que pode ser aplicada a pessoas enfermas, pessoas distantes e pessoas com mentalidade menos compreensivas que são avessas ao toque físico. A única condição para a sua aplicação é o consentimento, a aceitação, o querer da pessoa em questão.

A questão fundamental é, naturalmente, a seguinte: como isso funciona? E a resposta é: ninguém sabe realmente a despeito do fato de uma grande quantidade de pessoas ter passado horas incontáveis teorizando sobre os mecanismos desse fenômeno. Como não sabemos ao certo, vale a pena teorizar e tentar chegar a uma hipótese de trabalho. Na Radiônica, temos o campo da consciência contendo o cliente como uma unidade de consciência e o terapeuta como outra. Normalmente, é o cliente quem desencadeia o processo ao se dirigir ao terapeuta solicitando ajuda via telefone ou e-mail, estabelecendo assim um primeiro contato, uma linha. O terapeuta pode, pois usar essa linha ou esse elo para obter informações relativas às várias estruturas, tanto sutis quanto físicas. Isto é feito através de uma série de perguntas, mentalmente colocadas, e eu sustento que a pergunta (na medida em que é um pensamento) reage imediatamente sobre o campo do cliente e, caso encontre neste a sua contrapartida, suscita um retorno de energia ao longo da linha e assim o terapeuta registra em seu pêndulo uma reação positiva. Se não há, pelo contrário, resposta alguma por parte do cliente, tampouco haverá retorno e, por conseguinte, reação sobre o pêndulo. Há, alguma vez a ocorrência de erro, em que o terapeuta não detecta o que o cliente emite, isto pode vir a ocorrer facilmente se o terapeuta não se concentra em seu trabalho com o relaxamento e a clareza de raciocínio que a situação exige. Com a mente distraída e distante, os resultados serão inevitavelmente ruins. Instrumentos Radiônicos corretamente desenhados e métodos simples também contribuem para que se obtenha um alto grau de eficácia.

Abordaremos os métodos e técnicas a serem seguidos para que haja um desempenho a contento e, por conseguinte uma harmonização pessoal sincronizada de uma pessoa com o mundo.

Uma pessoa harmonizada gera harmonia em torno de si, irradia boas energias e, portanto, seu lar, seu local de trabalho e onde quer que esteja, essas boas energias se expandem causando a todos os presentes uma agradável sensação de bem-estar.

 

 

 

1 - MATERIAL E METODOLOGIA

 

1.1 Material empregado

  • Ficha de cliente com os pontos de alarme e meridianos desenhados como a FC fornecida pelo SINTE;

  • Ficha de cliente com a aurícula e pontos dos Cinco Movimentos Chineses como a que o SINTE forneceu;

  • Pêndulo neutro;

  • Grafite ou lápis preto comum;

  • Gráficos de radiônica: TRIGONO, TURBILHÃO, NOVE CÍRCULOS, LOSANGO, DIAFRAGMA ou outros(VIDE ANEXO 1)

 

1.2 Métodos

O atendimento é dividido em:

1ª- Atendimento presencial;

2ª- Atendimento à distância.

 

1.3 Atendimento presencial

Quando a pessoa está presente em seu consultório:

  • Pede-se que o cliente retire de si os metais que sempre carrega, como pulseiras, anéis e outros;

  • Começa-se a escutar durante vinte minutos mais ou menos o que o cliente está a dizer, quais as suas reclamações específicas e gerais, o que mais o incomoda e inclusive como se sente em relação aos demais;

  • Passa-se a examinar no corpo do cliente quais os Pontos de Alarme mais sensíveis e a que meridianos correspondem, e se há um ponto mais sensível no trajeto do meridiano e trabalhar este ponto via toque com os dedos por cerca de um minuto, após o qual, faz-se novo teste e já deve ter cessado a dor nos Pontos de Alarme;

  • Pegar o grafite ou lápis e assinalar no desenho da Ficha de Cliente este ponto. Colorir esta região com o lápis tendo a intenção de otimizar o desbloqueio do ponto assinalado. A seguir pergunta-se ao pêndulo quantas voltas ou quantos minutos deve-se rodar este pêndulo sobre o desenho a fim de que os resultados sejam melhores;

  • Obtida a resposta deve-se rodar o pêndulo sobre o desenho quantas vezes ou quantos minutos foi determinado;

  • Pegar uma borracha branca comum e desmanchar tudo que se coloriu;

  • Passar o lápis de leve no trajeto do meridiano todo;

  • Perguntar ao pêndulo se foi suficiente o número de voltas ou minutos;

  • Resposta afirmativa;

  • Seguir o atendimento;

  • Com a Pulsologia de Nogier, localizamos na orelha, pontos nas regiões dos meridianos desarmonizados e trabalhados via aplicação colorida do grafite no desenho da aurícula com a rotação do pêndulo tantas voltas ou quantos minutos forem necessários e depois nova análise dos pontos via reação ao pulso;

  • Apagar o colorido do desenho e tornar a desenhar os pontos trabalhados, inclusive com atenção para qual dos Cinco Movimentos Chineses estava mais sensível para, se preciso, voltar o colorido e a rotação do pêndulo, assinalada antes com um X a parte sensível.

A parte emocional da pessoa também deve ser tratada, e para melhor compreendê-la, não basta só escutá-la, é preciso colocar o desenho (depois de colorido e desmanchado o grafite e assinalado o ponto sensível) no gráfico da Radiônica que for adequado para ela e pendular em cima o tempo necessário para uma melhor harmonização. Passar ao ACONSELHAMENTO como aprendido.

Estudando os Cinco Movimentos Chineses:

O tao é o tudo, é o TODO, todos e tudo estão inseridos nele, o YIN escuro acaba quando começa o YANG claro que se insere no YIN que também está contido no YANG. É um vir a ser contínuo como prega a filosofia, o SER se inclui no não-ser que por sua vez, é. É a mutação universal e esta mutação de acordo com seu movimento foi “batizada”, isto é, ganhou nome para ficar mais fácil reconhecê-la; assim, se o movimento sobe, ganhou o nome de FOGO, outro que desce é a ÁGUA, o centrífugo, expandindo-se do centro para a periferia é a MADEIRA, o movimento centrípeto, contraindo-se da periferia para o centro é Metal ou Rocha, que são densos, contraídos. O último é o movimento de equilíbrio de direções, a Terra que é sólida, estável, equilibrada. São os Cinco MOVIMENTOS nos quais todas as coisas estão inter-relacionadas de um modo bastante dinâmico e preciso.

Os Cinco Movimentos estão ligados entre si, têm conexões a primeira é a Lei da Geração, ou Mãe e Filho: da Água nasce a Madeira, ou seja, a água é mãe da madeira que alimenta o fogo que gera a terra, que são as cinzas de onde brota o Metal ou Rocha, da qual a Água aparece mediante o veio que nasce da rocha ou o metal se liquefazendo. E a LEI DA DOMINÂNCIA ou DOMINANTE e DOMINADO: a Água domina o Fogo, pois o apaga, este derrete o Metal, que corta a MADEIRA, ou ainda na ROCHA não nascem as plantas, esta consome a TERRA, a qual por sua vez, absorve a ÁGUA.

De acordo com essas relações muitas hipóteses terapêuticas podem ser traçadas. Em primeiro lugar, através do pêndulo detecto em qual faixa de onda a pessoa vibra:

 

VERMELHO

Tem muita energia física, ama a vida, é alegre, extrovertido, tem coragem, paixão, generosidade e força pioneira.

Seu lado negativo é: cólera, frustração, tensão nervosa, agressivo, egoísmo, domínio e sensualidade obsessiva. Isto demonstra sensibilidade do movimento FOGO, o que é fatalmente demonstrado nos Pontos de Alarme, geralmente sensibilidade nos meridianos do coração e intestino delgado, na aurícula, pontos sensíveis do coração e rins.

Tratamento: colorir com grafite o desenho do Meridiano do Coração, dos rins porque o FOGO é apagado pela ÁGUA e muito aconselhamento visando dominar o fogo interior que incendeia ocasionando muita raiva e explosão, transformando tudo em água que acalma, apaga o fogo.

 

ALARANJADO

Quem vibra nesta faixa tem equilíbrio físico/mental, é mais tolerante e compreensivo, persegue a harmonia e a paz, explodindo raramente, é líder e tem controle sexual.

Negativo: é muito apressado, por isso até não raciocina direito, é crítico, indeciso para suas coisas e gosta de mandar nos outros, tem momentos de timidez e exigências desmedidas.

Esta é a pessoa que demonstra sensibilidade ora no movimento FOGO, ora no movimento TERRA, tendo geralmente sensibilidade no meridiano do triplo aquecedor e circulação e sexo.

Procede-se o colorido com o grafite nos meridianos sensíveis e pontos sensíveis e mais no desenho da aurícula colorir com o grafite nos locais dos movimentos indicados. Apagar o colorido, colocar no gráfico adequado e pendular em cima por tempo determinado pelo pêndulo.

 

AMARELO

Quem vibra nesta faixa é mais dominado pelo intelecto, pois tem uma mente sutil, agudo discernimento, sensibilidade, dom da palavra, otimismo, comunicação, criatividade e popularidade.

Negativo: inconstância, compulsão, superficialidade, despeito, inveja, egoísmo, ciúme, falta de concentração e sensacionalismo.

Geralmente os Pontos de Alarme mais sensíveis são os do baço-pâncreas e do estômago e os pontos doloridos estão nos meridianos correspondentes. Também na aurícula os pontos detectados pela Pulsologia de Nogier ou pela Radiestesia são os do movimento TERRA.

São pessoas emocionalmente insatisfeitas que querem aparecer a todo custo quando vibrando na faixa negativa e como duvidam de tudo deixam de usar sua criatividade interior para resolver problemas da vida. O aconselhamento deve ser neste sentido de tirar de dentro de si, novos caminhos, novo jeito de caminhar, mudanças para melhor, mais otimismo.

O procedimento para equilíbrio nos meridianos é sempre o mesmo: colorir com o grafite o desenho dos meridianos e nos pontos assinalados e mais na aurícula os pontos do movimento TERRA, depois de desmanchar o colorido, passa-se o lápis no desenho do meridiano em questão, coloca-se o desenho no gráfico adequado e pendula em cima por tempo determinado pelo pêndulo ou deixa-se o pêndulo sobre o desenho que ele vai rodar quanto tempo for suficiente.

 

VERDE

Os que vibram na faixa verde são pessoas que têm a força vital da terra, muita determinação, eficiência, paciência, equilíbrio, confiança, versatilidade, gostam de ajudar, cultivam a esperança e amizade.

Negativo: muitas vezes o desejo de segurança dão-lhes uma visão mais estreita e uma busca desenfreada pelo poder, superioridade, descontentamento, inveja, ciúme danoso e crueldade.

Os Pontos de Alarme mais sensíveis são os referentes aos Meridianos do Fígado e Vesícula Biliar, sempre deixam que a raiva os incomode a ponto de serem alguns, pessoas azedas e com respostas ácidas, mas depois de equilibrados estes pontos nos meridianos do fígado e vesícula biliar e também no desenho da aurícula, os locais do movimento MADEIRA mais os pontos sensíveis, com o grafite, desmanchando depois com a borracha e colocando-se os desenhos nos gráficos e pendulando em cima por tempo e hora determinados pelo pêndulo, muitas vezes transformam-se e passam para o lado vibratório verde positivo tornando-se extrovertidos e tendo outra visão dos fatos. O aconselhamento é muito importante para esta transmutação. Há os casos em que a pessoa está com o Meridiano Madeira sensível e também o Meridiano do Intestino Grosso sensível. As raivas provocam diarréia ou prisão de ventre. Então é necessário equilibrar o Movimento Metal que está desequilibrado.

 

AZUL

Quem vibra na faixa AZUL tem dentro de si a essência espiritual do cosmos. São pessoas concentradas, porém, alegres, percepção, versatilidade, espiritualidade, tranqüilidade, firmeza, confiança, paranormalidade, dom da expressão, mente aguda, fé, amor.

Negativo: alguma preguiça, inércia, apatia, fraqueza, inconstância, impaciência, auto-indulgência, crítica, superstição e capricho.

Analisando os Pontos de Alarme constatamos sensibilidades nos meridianos dos rins e bexiga. São pessoas que têm muito medo, vivem vendo fantasmas, gostam muito de se vestir de preto, reclamam que o cabelo cai, dor na perna até o calcanhar, sentem muito frio, são duras até consigo mesmas. Na aurícula detectamos pontos sensíveis dos rins e bexiga, sendo o movimento ÁGUA o que mais precisa de equilíbrio. Com o grafite no desenho foi feito o desbloqueio da energia e depois de desmanchado o colorido, o desenho é colocado no gráfico certo e pendular em cima por tempo certo. Após este procedimento e com o aconselhamento vimos a pessoa colocar mais sol em sua vida com um aspecto mais alegre.

 

ANIL

Aquele que vibra nesta faixa tem a intuição bem desenvolvida com a percepção aguda, tem idealismo, tolerância, coragem, nobreza, é determinado e luta pela união familiar, justiça. Gosta de arte.

Negativo: dispersa muita energia, é muito austero, às vezes cínico e intolerante, inconveniente, rígido.

Os Pontos de Alarme mais sensíveis são os do pulmão e intestino grosso e os meridianos correspondentes têm pontos doloridos detectados pelo pêndulo no desenho. Muitas vezes tem doenças de pele por causa da não eliminação, devido ao intestino preso, daí ficam melancólicos e arrumam um sentimento de culpa por causa de um fato qualquer e ficam tristes. Na aurícula os pontos localizados são referentes ao movimento METAL, pontos do intestino grosso.

Através do colorido com grafite no desenho da aurícula e também no meridiano correspondente e a seguir desmanchar com a borracha, passar o lápis por cima, colocar o desenho no gráfico da Radiônica escolhido, pendular por cima o tempo suficiente, a pessoa passa para uma fase mais alegre de sua vida, sua pele melhora e a melancolia sede lugar a animação. O aconselhamento deve visar melhor integração com o movimento FOGO através de alimentação mais colorida como frutas tropicais para conservar o humor mais alegre e melhor trânsito intestinal.

 

VIOLETA

É raro encontrar uma pessoa que vibra nesta faixa, porque quem chega aqui tem bastante equilíbrio espiritual, mente inspirada, compreensão, percepção, é iluminada, gosta de artes, gentileza e sabedoria. É mais fácil encontrar quem vibra no negativo desta faixa.

Negativo: arrogância, orgulho, dominação, isolamento, fanatismo, misticismo exagerado e fuga para a fantasia.

Na análise dos Pontos de Alarme se encontra desequilíbrio no Meridiano do Pulmão, sendo o local do ponto assinalado na Ficha do Cliente e na aurícula também foi localizado ponto na altura do movimento METAL. Para se obter o equilíbrio energético é necessário colorir os meridianos no desenho e nos pontos do movimento METAL na aurícula, com grafite, desmanchar com a borracha, ter a intenção de equilibrá-lo e em seguida colocar os desenhos nos gráfico da Radiônica escolhidos e pendular por cima por tempo determinado pelo pêndulo, ou segurar o pêndulo acima do desenho no gráfico que ele roda sozinho o tempo necessário para o equilíbrio energético. Quem vibra na faixa violeta também necessita de verde em sua alimentação porque está faltando extroversão, primavera em sua vida. O aconselhamento é muito importante porque sendo encontrados mais violetas negativos do que positivos vemos muitos arrogantes e fanáticos e que precisam ser iluminados pelas luzes da CROMOTERAPIA também além dos desbloqueios de seus pontos sensíveis.

Pendular muitos minutos e muito tempo nos gráficos da Radiônica também muito contribui para a harmonização.

 

1.4 Atendimento à distância

Muitos homens de ciência e extraordinária capacidade intelectual, entre os quais figuras do porte de NEWTON, LEIBNIZ, CIARKE e KANT, discutiram os prós e os contras da ação à distância, mas a crença neste fenômeno e a sua demonstração fazem parte do folclore e da terapia popular desde o alvorecer da PRÉ-HISTÓRIA. O fato singular de que uma pessoa possa exercer influência sobre outra à distância, constitui um dos princípios fundamentais de todas as formas primitivas de harmonização sendo que os xamãs seja entre os esquimós, os índios americanos ou africanos, testemunham este fato.

Nas sociedades tribais, a ação à distância é assinalada pelas tradições britânica e européia. Em muitos condados ingleses, os lavradores costumam dar mais atenção ao objeto que feriu a pata de seus cavalos do que à própria área atingida. Conta-se que Sir Kenelm Digby, o célebre autor de POWDER OF SYMPATHY, tratou, certa vez, de um homem que fora gravemente ferido num duelo, tomando um pedaço de pano embebido em seu sangue e juntando-o a uma solução de polvilho, e, em conseqüência disso, a dor passou e o homem sentiu-se recuperado. Mais tarde, quando Sir Kenelm Digby retirou o pano da solução, o homem voltou a sentir uma dor lancinante no local do ferimento, e então despachou um criado para avisar-lhe que ele estava certo de que o tratamento fora interrompido e, assim, rogava-lhe retomá-lo o mais depressa possível. Ao que tudo indica, esta forma de tratamento era bastante comum, pois Francis Bacon escreve que se tinha observado muitas vezes que o ferimento desaparecida quando se passava o bálsamo sobre a arma que o havia causado.

Hoje, os parapsicólogos de todo o mundo debruçam-se sobre essa espécie de fenômeno. Durante a década de sessenta, surgiram evidências de que a Rússia estava investindo seriamente em pesquisas científicas a fim de determinar que fatores se achavam implicados na ação e influência à distância. O Capitão Edgar MITCHELL tornou públicas as experiências telepáticas por ele realizadas durante seu histórico vôo à Lua. Assim, um domínio que até bem pouco tempo era considerado de competência exclusiva do feiticeiro, encontra-se agora submetido a minuciosos exames por parte da ciência institucional.

Muito antes, em 1869, um terapeuta francês de nome DUSARD descobriu que podia fazer adormecer uma pessoa por intermédio de sugestões mentais à distância, e em 1878, um outro terapeuta francês, chamado HÉRICOURT fez experiências semelhantes com um de seus clientes e descobriu que podia ditar-lhe que deixasse a sua casa e caminhasse por certas ruas até um local determinado, sem que ele soubesse o que estava fazendo.

A partir destes exemplos, torna-se claro que a mente pode exercer influência à distância. Do ponto de vista da Radiônica, interessa particularmente o fato de que os indivíduos, nas experiências dos soviéticos, sabiam quando estavam sendo influenciados e por quem. Os clientes submetidos a tratamentos Radiônicos, algumas vezes registram o momento em que “entram em sintonia”, sendo que um terapeuta hindu, o Dr. A. K. BHT-TACHARYYA, contava que alguns clientes seus no Canadá percebiam de imediato que as suas fotografias estavam sendo irradiadas pelas radiações de pedras preciosas a partir de sua casa localizada em NAIHATI, BENGALA, e podiam identificar a freqüência correta de transmissão. O símbolo de uma linha que liga o receptor e o emissor traz à mente a teoria KAHUNA sobre a linha AKA, de que se serviam os curandeiros polinésios a fim de exercer influência à distância sobre as pessoas. Nós, os TERAPEUTAS HOLÍSTICOS, creio, que empregamos linhas ou cadeias energéticas semelhantes constituídas por substâncias astrais, mentais e etéricas, quando submetemos um cliente a um tratamento Radiônico.

Se por outro lado as “palavras” e o tratamento não forem bem ministrados, advirá um resultado negativo. Existe um axioma esotérico que afirma que “A ENERGIA ACOMPANHA O PENSAMENTO”. Em “LETTERS TO A DISCIPLE”, Eugene Cosgrove levanta a seguinte questão: Qual o fundamento técnico para a afirmação de que: “a energia acompanha o pensamento”? E ele nos responde: Qualquer vibração desencadeada a partir de um plano ou nível superior de atividade, é registrada por todo o mecanismo. O dispositivo de resposta reage em uníssono e simultaneamente. Quando o pensamento é expedido em relação a uma pessoa, a mente dessa pessoa responde através de uma ação vibratória colateral. Um efeito similar é produzido sobre o corpo emocional. O corpo etérico reage a este efeito e a esta resposta reage o cérebro, vibrando em harmonia com o mecanismo etérico. É a resposta cerebral que estimula a atividade de todo o sistema nervoso. Assim, o impulso originário do EGO cumpre a sua função de energizar todo o veículo físico.

Para compreender essas palavras é preciso compreender como a anatomia sutil reage ao impulso do pensamento. Um dado relevante é o fato de que, para operar qualquer transformação real em um ser, o impulso deve proceder do plano situado acima.

Lembramos aqui a classificação por nós adotada de que o homem é composto de sete corpos: 1- Físico denso; 2- Etérico; 3- Emocional ou astral; 4- Mental; 5- Causal intuitivo; 6- Búdico ou espiritual; 7- Monádico.

Assim, os problemas de natureza ASTRAL ou EMOCIONAL devem ser abordados a partir do plano MENTAL, e se 90 a 95% de todos os desequilíbrios energéticos são registrados nos planos astral e etérico, isso vale para a grande maioria dos casos com que se depara qualquer terapeuta em sua lida cotidiana. Grande parte do que se denomina hoje em dia “desequilíbrio mental” não passa, na realidade, de perturbações do mecanismo astral; o corpo mental do homem não funcionou ainda suficientemente, nem com a potência requerida, para chegar a causar propriamente algum desequilíbrio em si mesmo. Isto, além do mais, está de acordo com os ensinamentos da Antiga Sabedoria.

Sejam quais forem os mecanismos de ação e da influência à distância, o fato é que o fenômeno é utilizado com êxito na Radiônica para prover o equilíbrio dos campos do homem, dos animais e da terra. Seria conveniente saber o que extamente ocorre, mas por enquanto, pelo menos, nós podemos partilhar da mesma certeza a que chegou o Dr. George Laurence, após ter aplicado durante muitos anos os seus princípios para o desenvolvimento e a prática da terapia psiônica: “sem sombra de dúvida, a coisa funciona”.

Trabalha-se na harmonização do cliente à distância colocando um retrato do mesmo para ser estudado, ou um papel com o nome, data de nascimento para ele ser localizado no espaço, pelo pêndulo, daí parte-se para verificar qual a cor de sua aura da personalidade, quais os desequilíbrios encontrados nos pontos de alarme sensíveis, auriculoterapia e procede-se como já apresentado anteriormente: colorindo com grafite os desenhos dos meridianos e locais de algum ou alguns dos Cinco Movimentos Chineses na aurícula.

2 - EM DIREÇÃO À SIMPLICIDADE ESSENCIAL

 

Segundo Hans Hofmann, no seu livro Search for the Real, “a faculdade de simplificar significa eliminar o desnecessário a fim de que o necessário possa se exprimir”.

A Radiesteia oferece um meio de detectar causas de desequilíbrios que teriam passado despercebidas aos exames médicos e clínicos convencionais. Além dessa vantagem óbvia, ela propõe também uma outra abordagem do tratamento, podendo vir a suplementar a ação propriamente física dos agentes terapêuticos normalmente empregados, bem como visar especificamente à eliminação das causas ocultas que tão freqüentemente acontecem nos casos crônicos.

A Radiônica é, hoje, no melhor dos casos, uma técnica de harmonização natural e atrai os que pensam nesta faixa. Mas há os que fazem muita confusão e afastam os estudantes sérios. Se ela estivesse junto com a medicina ortodoxa, não teria tido contribuições espúrias e assim seria uma disciplina clínica e científica, mas também se assim fosse, os leigos seriam excluídos o que seria ruim.

A radiônica ao contrário lida essencialmente com fatores subjetivos inclusive tratamento à distância e muitas vezes misturam crenças e superstição o que interfere no tratamento e nos procedimentos do conhecimento e do tratamento. Muitos radiestesistas usam crenças e práticas que por serem tão estranhas afastam pessoas, se esquecem da essência. Pêndulos personalizados, cultos agrupados a um líder impregnado de mistério, tudo precisa ser pesquisado para se ter só a parte científica em ação. Le Shan definiu como “comportamentos idiossincráticos” os que se verificavam em um ou vários radiestesistas que tinham práticas misteriosas, crenças e confusões e “comportamentos comunais” seriam todos que estudavam seriamente a radiônica.

Na Radiônica, a instrumentação, os pêndulos, os detectores do tipo forquilhas de detecção, os métodos de diagnóstico e tratamentos baseados na anatomia física e sutil constituiriam fatores comunais, ao passo que os frascos de mel na mesa, os rótulos mágicos, “o meu guru diz que eu não devo tratar do chackra da cabeça”, ou “não dará certo se o mestre não fizer uma simpatia para os instrumentos” expressam realidades que se pode taxar de idiossincráticas e, em última instância, prejudiciais à imagem da radiônica. Se o investigador sério se dispuser a identificar todas essas ninharias e enxergá-las tais como realmente são, encontrará sob elas uma via para a harmonização digna de consideração.

Muitos terapeutas afirmam não ter tempo para se dedicar a radiônica e desconhecem que, se bem treinados, ganhariam muito tempo.

Há terapeutas que gastam muito tempo com “comportamentos idiossincráticos” e o desempenho eficaz fica prejudicado. É preciso questionar como o tempo está sendo gasto. Muitos jovens querem se dedicar à radiônica, mas se confundem com tantas informações que lhes chegam de uma maneira meio complicada que logo desistem.

David Tansley chegou à conclusão e eu aprovo que há uma necessidade de simplificação absoluta. Malcolm Era diz que é necessário chegar “a simplicidade essencial”, sendo que sempre foi seu objetivo simplificar os seus métodos e aumentar a sua eficácia.

Com base na experiência, somos levados a crer que, se a radiônica visa despertar o interesse do profissional ligado à saúde ou do Terapeuta Holístico, ela deverá ter os seguintes preceitos:

  1. As técnicas de diagnóstico e terapia devem ser simples, além de compreensíveis, abrangendo a totalidade do homem em seus aspectos físico e sutil;

  2. O instrumental da radiônica deve ser de concepção e execução simples e compacta e estar em conformidade com os princípios dos campos de energia nos quais ele se destina a trabalhar;

  3. A condução do conhecimento e do tratamento, bem como a operação dos instrumentos, devem estar isentas de quaisquer projeções idiossincráticas;

  4. O praticante deve possuir larga experiência tanto das ciências físicas como das espirituais, pois ambas são necessárias para a modalidade de harmonização em questão.

Se estes requisitos forem satisfeitos qualquer pessoa interessada, quer seja estudante ou terapeuta, assimilará a radiônica e com um estudo sério muito sucesso obterá.

O método de radiônica aplicado na HOLOPUNTURA tem sido testado por mim, estudado, pesquisado e com ajuda das cores e grafite, tenho tido ótimos resultados.

Com poucos aparelhos: só o AURAMITTER, PÊNDULO, GRÁFICOS e DESENHOS, tudo simplificado ao máximo, temos alcançado harmonizações precisas e duradouras que, muitas vezes, até nos surpreendem.

 

 

 

 

 

 

 

 

3 - O CONFLITO ENTRE ENERGIAS E FORÇAS

 

A Terapia Holística afirma que os vírus e bactérias só fazem mal ao corpo porque o corpo já está sem energia vital suficiente para reagir, por isso é necessário analisar as causas básicas por trás de qualquer quadro de sintomas. Em muitos casos, a causa se encontra nos níveis sutis e somente pode ser interpretada em termos de desequilíbrio de energia que transtorna os diversos campos ou corpos do cliente. Mas, estamos lidando com fatores subjetivos que não se deixam comprovar cientificamente, e não obstante, o tratamento baseado nestes descobertos é muito eficaz. É muito natural que o corpo físico com seus inúmeros sintomas apareçam primeiro na nossa observação, mas é preciso compreender que o corpo físico e o corpo etérico são só espelhos dos problemas que estão nos níveis astral ou emocional e mental da consciência, portanto, o que se chama “desequilíbrio” não é física só podendo ser compreendida em termos de energias e forças.

Segundo Alice Bailey, em seu livro ESOTERIC HEALING “Nada há que não seja energia, pois Deus é vida. Duas energias (a do espírito e a da matéria) encontram-se no homem, mas outras cinco também se manifestam (a da alma, a do corpo mental, a do corpo astral e a do corpo físico-etérico que somam quatro. A quinta é a energia que compreende a totalidade do eu inferior). A cada uma corresponde um ponto central de contato. O conflito dessas energias com as forças e das forças entre si produz os desequilíbrios corporais do homem. Quando estão muito exacerbadas procuram alívio na morte. As duas, as cinco e, portanto, as sete, mais aquela por elas produzida, possuem o segredo. Esta é a quinta lei da cura dentro dos limites do mundo da forma”.

Edward Bach afirma: “O desequilíbrio resulta, essencialmente entre o conflito da alma e a mente, e jamais será erradicada senão por esforços mentais e espirituais”. E diz também: “É quando nossas personalidades são desviadas do caminho ditado pela alma, quer em virtude dos nossos desejos terrenos, quer em virtude da persuasão exercida por outrem, que surge um conflito”.

Em essência, o que o Dr. Bach e Alice Bailey afirmam é que, quando o fluxo de energia da alma se depara com os campos de força de nossos vários corpos (que em si mesmos contêm outras reservas de forças que nós rotulamos através das palavras medo, ressentimento, ódio, ciúme, orgulho), todos eles localizados nos corpos astral e mental, ou com miasmas, toxinas e outros poluentes do corpo etérico, temos uma situação que gera tensão, na medida em que a energia da alma colide com o foco de força em qualquer corpo. A tensão gera os desequilíbrios que, em ultima instância precipita-se sobre o plano físico sob a forma de lesões orgânicas ou distúrbios psicológicos. Se a energia da alma fluir livremente através da personalidade e se expressar em forma de amor, paz e harmonia no plano físico, não haverá desequilíbrio algum.

Na terapia oriental, particularmente na acupuntura, a prática é inteiramente fundamentada nas forças primordiais do Yin e do Yang. O equilibro destes opostos no interior dos sistemas de energia do homem proporciona a saúde, ao passo que o excesso ou a falta de uma ou outra das forças exprime-se sob a forma de desequilíbrios energéticos. A saúde se manifesta quando se verifica uma unidade de propósitos entre a alma e a personalidade, a qual já evoluiu para um estado de capitulação ao desígnio superior.

Com a vida moderna, noites mal dormidas, alimentos errados, a correria de um lado para outro, pílulas anticoncepcionais, partos induzidos, cesarianas à vontade, são quebrados ciclos importantes do equilíbrio do homem e esta quebra da lei dos ciclos predispõe o homem para os desequilíbrios cria conflitos de energia em seu organismo, abrindo as portas para as infecções. Se o homem conservasse a pureza de pensamento, veria que a sua vida decorre ciclicamente de modo natural e nada haveria e, seu corpo mental que pudesse proporcionar um foco para que os traços de desequilíbrio se originassem à sua volta.

A integridade do corpo etérico é mantida e intensificada por uma dieta natural, à base de alimentação integral, ar puro, sol, o uso do mel como adoçante, exercícios, uma postura de relaxamento, o uso criterioso da água tanto interna como externamente, e um ritmo harmonioso de respiração. Distúrbios emocionais e mentais debilitarão o corpo, o uso de drogas dá aos nadis um aspecto um tanto semelhante ao das cordas frouxas de uma raquete de tênis e nunca se deve esquecer que o corpo etérico responde de imediato ao pensamento.

Muitos já estão se conscientizando dos efeitos colaterais de fórmulas indicadas e vacinas e também há uma nova consciência que as pessoas manifestam com relação a vitaminas, alimentos naturais não-industrializados e práticas alternativas de saúde, isto é muito bom para o corpo etérico fortalecendo e aumentando a ENERGIA VITAL como um todo.

 

 

 

 

 

 

 

 

4 - RESULTADOS

 

Ch’i Po diz: “Quando a mente das pessoas é fechada e a sabedoria não é aceita, elas permanecem atadaso deseqiulíbrio. Contudo, seus sentimentos e desejos devem ser investigados e conhecidos, seus anseios e opiniões devem ser seguidos; torna-se evidente, então, que aqueles que obtiverem vitalidade e energia medram em prosperidade, ao passo que perecem aqueles que perderam sua vitalidade e energia”.

Estas intervenções energéticas atuam diretamente na parte sutil da pessoa, na área emocional, mental, energética e daí baixam para o físico, melhorando suas queixas, conseguindo que elas vejam a vida com melhores olhos, sem tanta reclamação e mudando o modo de pensar. Matematicamente falando, é este o resultado que se consegue:

  • Os VERMELHOS têm melhoria de 60 a 70% no quadro geral;

  • Os ALARANJADOS melhoram 70 a 80%;

  • Os AMARELOS melhoram 70 a 80%;

  • Os VERDES melhoram 80 a 95%;

  • Os AZUIS melhoram 70 a 80%;

  • Os ANIS melhoram 80 A 95%;

  • Os VIOLETAS melhoram 70 a 80%;

100% do equilíbrio energético ainda não foi alcançado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

5 - DISCUSSÃO

 

O equilibro total inclui: ESPIRITUAL, EMOCIONAL, MENTAL, ENERGÉTICO e FÍSICO, este é 100% e ainda não consegui que meus clientes o alcançassem, creio que seja impossível, porque sendo a vida dinâmica, nada pára, vão acontecendo fatos que levam a novos desequilíbrios enquanto se está tratando alguns, por isso creio ser o ideal inatingível, talvez eu esteja enganada, mas creio que sobre o passado podemos trabalhar tentando eliminar os bloqueios energéticos passados até por outras gerações de antecessores, o presente também é desafiador e melhorado, mas quem geralmente não chega nem a 90% são aqueles que se fixam nas probabilidades: “Pode acontecer algo” e estes são os mais difíceis de equilibrar. Também quem não perdoa, não esquece o passado, este fica sempre bloqueado, seu tratamento não surte muito efeito, são alguns VERMELHOS, de coração fechado, que se queimam no próprio fogo, não deixam a Água maleável penetrar de jeito nenhum, ficam com seu vulcão interior exacerbado e recusam ajuda, o grafite atua pouco, porque o pensamento deles faz uma barreira impedindo a onda magnética de penetrar.

Se a força da vida circula por nós em toda a sua plenitude, por que então haveria ela de se manifestar como desequilíbrio nos indivíduos em toda parte do mundo? Muito simples, porque no trajeto rumo à sua expressão ela se vê ante bloqueios que a impregnam com padrões de distorção, nós não nos achamos contentes, em muitos casos não somos capazes ainda de deixar a Mente Universal expressar o seu propósito através da nossa pessoa. Temos os nossos próprios desígnios, a nossa personalidade precisa se afirmar e lutar com a vida, ao invés de permitir que a vida se expresse dócil e efetivamente. É isto que o Dr. Bach denomina o conflito entre a Alma e a Mente, e ele tem razão, pois ensinamentos antigos afirmam que a mente inferior é o assassino do que é real. Mas, a mente inferior age até que o seu eu inferior se torne uma unidade integrada e plenamente ativa, o que será de utilidade para a alma em seu plano projetado. Os desequilíbrios e os sofrimentos não passam, afinal de contas, de efeitos secundários que são deixados de lado quando a personalidade finalmente capitula perante a alma e o cimo da montanha é alcançado.

Os VERDES que geralmente têm muito desequilíbrio MADEIRA são mais fáceis de equilibrar se lhe desbloquearmos os pontos dos meridianos do fígado e da vesícula biliar e lhe damos estímulos TERRA com reflexões sobre suas dúvidas e insatisfações, alimentação colorida amarelo como melões, laranjas e verduras que têm flores amarelas como serralha e brócolis.

Há os que se equilibram muito e os que se equilibram pouco.

CONCLUSÕES

 

Esta pesquisa que fiz durante dez meses sobre a HOLOPUNTURA aliada à RADIESTESIA e RADIÔNICA, foi para mim muito importante porque me possibilitou concluir que não só os clientes presentes no consultório podem ser tratados, mas também aqueles que se encontram a alguns metros ou muitos quilômetros de distância, isto é bom porque veio coroar com êxito relativamente alto de bons resultados e firmou para mim a máxima de que “a distância não importa quando se trabalha com Radiestesia e Radiônica”, as ondas magnéticas atuam mesmo em qualquer lugar.

E mais interessante ainda foi constatar que o desenho é. É a pessoa em questão, ele não representa a pessoa, ele é a pessoa. Isto é pouco compreensível para os que estão chegando agora na Terapia Holística e também é um perigo para os que confundem as coisas, podem pensar que é magia, vodu... Mas não, é simplesmente a combinação do pensamento direcionado, intencionado com as ondas magnéticas que carregam aquela intenção e agem no corpo à distância. “O grafite conduz energia”. Li isto em um livro antigo de Radiestesia e fui experimentar. É verdade.

É lógico que há um caminho muito vasto ainda a percorrer, mas as pesquisas e experimentações continuam e como cheguei a conclusões positivas nos vários tratamentos dos meus clientes, não podia segurar só para mim este novo jeito de trabalhar, porque sou partidária da premissa: “Conhecimento partilhado é conhecimento multiplicado”. Outros terapeutas terão novas experiências e experimentações e os clientes estão aí, com suas dificuldades e desequilíbrios; é preciso que nós unamos nossos conhecimentos para chegar à otimização dos resultados.

 

Tenho consciência de que o ideal – 100% equilibrado, inclusive nós mesmos, isto é inatingível, visto todos termos limitações, mas nada nos impede de perseverar e quem persevera chega a excelentes resultados, pessoas falando sempre: “Estou muito melhor”; “Quase sempre não tenho mais queixas”, ou outros que simplesmente somem, ficaram contentes com o que sentiram e nada falam.

Chamo a este trabalho de INTERVENÇÃO ENERGÉTICA e como é uma entrada na ENERGIA, na AURA do outro com sua permissão, é claro.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

SHARP, Damian. O que é astrologia chinesa. Rio de Janeiro: Nova Era, 2003.

 

 

SIQUEIRA, Renato Guedes. Cinestesia do saber. 2.ed. São Paulo: Roka, 1998.

 

 

TANSLEY, V. David. Dimensões da Radiônica. 10.ed. São Paulo: Pensamento, 1995.

 

 

VIEIRA FILHO, Henrique. Holopuntura a quintessência da união de técnicas. SINTE – Sindicato dos Terapeutas, 2005.

 

 

 








 

Copyright © por SINTE - Sindicato dos Terapeutas Todos os direitos reservados.

 

Última atualização:
2016-11-01 11:49
Autor: :
SINTE
Revisão:
1.1
Avaliaçãoo mídia: 5 (2 Votos)

Não pode comentar este artigo

Chuck Norris has counted to infinity. Twice.